Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Ulysses' Gaze (To vlemma tou Odyssea, 1995)
filme de Theodoros Angelopoulos; música de Eleni Karaindrou

 


[recupero do mural do facebook do Filipe Santos Costa este apontamento, já com uns dias; diz tudo, diz muito; sei que ele me desculpa esta partilha mais generalizada...]


«Pequeno apontamento histórico: quem colocou a Grécia no ponto a que a Grécia chegou não foi o Syriza, nem Tsipras, nem Varoufakis. Quem deixou a Grécia no precipício foi uma oligarquia que responde pelo nome de dois partidos, PASOK e Nova Democracia, que alternaram no poder desde o fim da ditadura, em 1974. Foi essa rapaziada que durante décadas comprou o voto dos eleitores com empregos no Estado e fechando os olhos a esquemas de corrupção e fuga ao fisco mais ou menos institucionalizados.
Sim, são esses mesmos que a sra Merkel agora elogia, e, supostamente, são o modelo a quem a sra Lagarde se refere como os "adultos". Sim, essa tropa fandanga é que era adulta e respeitável e responsável.
Irresponsáveis, claro, são estes agora, que cometeram o crime de romper com o bom velho rotativismo de aldrabões engravatados.
Não admira que a Alemanha (e, sucedaneamente, a "Europa") os trate como se tivessem sarna. É que o problema da sra Merkel não é com os gregos, nem com as pensões dos gregos, nem com os funcionários públicos gregos. O problema da sra Merkel (como da Sra Lagarde) é com os gregos que elas não controlam. Isto tem um nome: xenofobia política.»

Autoria e outros dados (tags, etc)


11 comentários

Sem imagem de perfil

De cecília a 29.06.2015 às 11:34

xenofobia, ditadura, caça às bruxas, inquisição, etc.,.

Sem imagem de perfil

De AP a 29.06.2015 às 12:00

na mouche. a ganância e prepotência humana lixa qualquer esquema correcto e que funcione, seja destro ou canhoto.
Sem imagem de perfil

De Mário a 29.06.2015 às 17:42

Não tenho a menor dúvida que a culpa de tudo isto é da Grécia. Alguém lhes pediu para inventarem a Democracia?
Sem imagem de perfil

De josé sequeira a 29.06.2015 às 18:39

Sou mesmo muito burro.
Porque é que não pensei nisso antes?
Claro que, como o Syriza não tem nada a ver com a situação actual da Grécia, as "instituições" deveriam permitir que a Grécia voltasse à estaca zero. Nada mais justo.
Até podemos fazer melhor. Para a próxima vez elegemos o Potami que não tem nada a ver com o Pasok, a ND e o Syriza e - zás catrapaz - novamente estaca zero.
Mas muito melhor ainda.
Elegemos de seguida a Aurora ou o PCP do sítio, que nada têm a ver com o desastre da ND, do Pasok, do Sysriza e do Potami e - pimba - estaca zero.
Não existe sequer o problema de se acabarem os partidos. Fazem-se novos.
Apenas um senão. Os "outros" da zona euro também têm eleitores.
Que chatice...
Sem imagem de perfil

De João Silveiraa a 29.06.2015 às 23:09

E porque não começar do zero?
Ofende assim tanto?
Não foi o que se fez à Alemanha quando após ter destruído a Europa na 2ª Guerra Mundial, se lhe perdoou a dívida quase na totalidade?
E os eleitores desse tempo? E os eleitores americanos nesse tempo que financiaram isso tudo.
Se a Grécia fosse um estado americano já estava resolvido. A Califórnia tem uma dívida muito superior à grega, alguém ouve falar? E já agora a Alemanha parece que a vai conseguir tudo aquilo que queria antes da 2ª guerra, vergar a Europa! Neste momento a Europa é governada por instituições nada democráticas, que eu sabia ninguém daquela gente é eleita, logo democracia já está posta em causa.
Sem imagem de perfil

De josé sequeira a 30.06.2015 às 02:00

Inteiramente de acordo.
Desde que haja quem empreste.
Não se esqueça que quem empresta são os restantes países da zona euro que, tal como a Grécia, também têm eleitores que podem ou não estar de acordo com isso. Ou você pensa que a Merkl é que manda na Alemanha? Não, quem manda na Alemanha é o povo alemão.
Também há uma outra alternativa: os "mercados" que obviamente não vão emprestar ou fazem-no a juros proibitivos, isto a quem volta e meia declara que não quer pagar e quer voltar à estaca zero.
Uma coisa são os sonhos e os desejos - que eu acredito sejam sinceros - dos governantes gregos, outra coisa é a realidade. E é essa realidade que coloca notas nos multibancos.
Sem imagem de perfil

De João Carlos Reis a 30.06.2015 às 01:07

Dixit...
Sem imagem de perfil

De AFigas a 30.06.2015 às 01:13

Pois está claro!

Como não tinha dívidas, resolvi pedir á banca 1,5 M€ para trocar de carro, comprar uma 2ª e 3ªcasas, umas viagens , etc.

O banco pediu-me garantias, armado em xenofogo, e eu disse que no fim do prazo limite de pagar aquilo que tinha pedido emprestado, renegociava a dívida, pedia um perdão de 89 % e alargava o prazo de pagamento do restante residual, para um período de mais 37 anos, com juros a decidir por mim. Qual não é o meu espanto, o banco rejeitou a proposta, vá lá saber porquê . Que falta de democracia e de compreensão para com um cliente. Também lhes disse, que lá para o final do ano, iria pensar numa 4ª casita, nos Alpes , mas com estes entraves, iria me arranjar noutro banco mais compreensivo e democrático. Nem sabem aquilo que perderam...
Sem imagem de perfil

De João Carlos Reis a 30.06.2015 às 09:37

É isso mesmo... confere... ainda estou à espera que os adultos, respeitáveis, engravatados e responsáveis me devolvam a parte com que contribuí para lhes emprestar, pois foi a eles que eu emprestei o meu dinheiro e não a estes borra-botas juvenis, nada respeitáveis, desengravatados e irresponsáveis...
Sem imagem de perfil

De João Silveiraa a 30.06.2015 às 13:11

Não sejamos ingénuos! A opinião pública? Claro que aceita, qualquer perdão à Grécia. Basta, falar-lhe a verdade. A opinião pública alemã foi, desde que a Merkl é Chanceler, completamente levada a acreditar que os gregos eram uns malandros, já agora não só os gregos mas todos os países do sul. Eu acho sinceramente que Portugal não viveu acima das possibilidades, como outros países não viveram. A opinião pública e publicada Alemã, é manipulada da forma mais baixa que há, apelando constantemente a um sentimento xenófobo que sempre pairou naquele país, ou a história não serve para nada? Eu percebo os comentários, mas os factos históricos são mesmo factos. E à Alemanha a dívida foi-lhe perdoada. Nos últimos anos também há outros factos interessantes, por exemplo se o Srº AFigas em vez de ser uma pessoa individual, se fosse um banco (de preferência nórdico) ou dono de um fundo ou até um político bem posicionado nesta Europa, não necessariamente eleito, teria de certeza a sua dívida perdoada e até a sua casita nos Alpes. Eu conheço alguns assim.
Sem imagem de perfil

De João Carlos Reis a 10.07.2015 às 07:37

Prezado João Silveiraa,
bem... o que eu quero dizer é que os Gregos (e não só infelizmente os respectivos governos) tiveram(êm) culpas no cartório, pois tinham(êm) muitas fugas e fuguinhas aos impostos e afins... eu creio que eles devem pagar toda a dívida, mas deve-lhe ser dada (como foi dada à Alemanha e ao Japão no pós-II G.M.) uma margem de manobra de modo a ganharem juízo e gizarem um plano de crescimento económico (e, acima de tudo, pô-lo em prática) de modo a que sustentadamente vão pagando a dívida e melhorando o seu nível de vida (tal e qual aconteceu com a Alemanha e ao Japão), o que as actuais (e antigas) imposições dos credores "oxi" permitem(iam).
Por aquilo que me é dado observar, os alemães caíram à primeira na "casca de banana" lançada pela Merkel, mas depois creio que abriram os olhos, como tem vindo a ser demonstrado pelas manifestações alemãs de apoio à Grécia. O que infelizmente acontece é que tanto lá como cá (infelizmente, convém reforçar) os poderes políticos estão-se pura e simplesmente marimbando para a opinião pública... embora os políticos alemães, agora, já estejam a virar um pouco o bico ao prego...
Nem Portugal nem os Portugueses (salvo raras excepções) viveram acima das suas possibilidades... já dos nossos governos infelizmente não se pode dizer a mesma coisa, pois em vez de gizarem (e porem em prática) um plano de crescimento económico de modo a que sustentadamente geremos riqueza para irmos pagando a dívida e melhorando o nível de vida dos Portugueses.
Quanto ao seu último "parágrafo", assino por baixo...

Comentar post





Seguir

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D


Links

KO! [EM DESTAQUE]

  •  
  • OS QUE LINKAM A...

  •  
  • MUITO CÁ DE TODOS OS DIAS

  •  
  • CÁ DA CASA TUDO PARADO

  •  
  • MUITO CÁ DO PRÉDIO

  •  
  • MUITO CÁ DO BAIRRO

  •  
  • ESPECIALISTAS [CINEMÚSICA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [COMUNICAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [ESCRITA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HISTÓRIA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [FOTOGRAFIA+ILUSTRAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [IGREJA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HUMOR]

  •  
  • ESPECIALISTAS [SABERES]

  •  
  • PARA DESCOBRIR

  •  
  • FORA DOS BLOGUES