Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Prova de vida

por Miguel Marujo, em 09.11.06
A partir de Janeiro, as regras do desemprego vão mudar, anuncia-se em tom sério. Os desempregados terão de comparecer de 15 em 15 dias e fazer prova de que andam activamente à procura de emprego. Já é assim: um desempregado tem de se apresentar mês a mês (ok, reduzem o tempo, não vá o malandro fugir) e mostrar que anda à "procura de". Nas entrelinhas, estas notícias fazem passar a ideia que o desempregado é-o porque quer, ou porque quer enganar o Estado. Um indigente, é o que ele é, parece soltar-se na voz do pivô.

Ainda estou para saber como faço "prova de" ou mostro que estou à procura. Enquanto espero dois meses para que chegue pela primeira vez o subsídio, posso ir mostrando a factura detalhada das chamadas telefónicas, os recibos dos selos, os e-mails ou os faxes enviados, para provar que estou vivo. Que me mexo, mas que o mercado (ainda) não quer nada comigo. Não sei se chega.

Gosto da obrigatoriedade de comparecer no centro de emprego: desempregado que se preze (pensa o Estado) tem todo o tempo do mundo para ele, por isso, pode despender umas horas sentado numa sala encafuada, com mais umas duas dezenas de pessoas, enquanto espreita o quadro de ofertas de empregos: cozinheiros ou serventes, técnicos de informática ou contabilista. Acho que devo aceitar, se não o pivô do telejornal ainda me lembra com a voz acusadora que «um em cada nove dos desempregados recusa uma oferta».

[Não se arranja por aí um subsídio ao subsídio de desemprego, não?!]

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De José Raposo a 09.11.2006 às 17:13

É muito simples. O "indigente" vai ao centro de emprego e leva consigo todos os jornais que comprou, imprime todas as páginas de internet que consultou sobre emprego (atenção não imprimir ocasionalmente uma com uma senhora de má via) e tira uma fotografia a todos os anúncios que viu na montra das lojas. Adicionalmente, e apenas se a intenção de encontrar em prego for mesmo real, leva também os avisos de recepção de todas as cartas registadas que enviou com o curriculo assim como a impressão de todos os e-mails.
Sem imagem de perfil

De MRF a 11.11.2006 às 03:44

é evidente que existe um exagero. mas já estiveste no desemprego em França ou em Inglaterra (a minha odiosa e conhecida amostra)?

arriscas a que te excluam da lista ou a perda imediata do subsídio se não compareceres às "reuniões"____ aliás, basta chegares atrasado e percebes logo que não estão a brincar.

Depois, é claro, fazem uma verdadeira avaliação de competências e a procura de emprego (processo que eles "lideram") é efectiva e ajustada às tuas competências.

Não digo nada sobre o facto de que, em França, apesar de tudo, podes ir passar férias na neve com o subsídio de desemprego.

Em Portugal, a busca de emprego é da tua inteira responsabilidade, sobretudo para pessoal com formação superior (ainda mais, se não for recém-licenciado). O Centro de Emprego, nesses casos, é completamente inoperante. ou não fosse a D. Cunha uma das principais fontes de empregos do país.

Tudo isto para dizer que o que me choca é a discrepância entre deveres e benefícios auferidos.

Comentar post





Seguir

foto do autor


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2004
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2003
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D


Links

KO! [EM DESTAQUE]

  •  
  • OS QUE LINKAM A...

  •  
  • MUITO CÁ DE TODOS OS DIAS

  •  
  • CÁ DA CASA TUDO PARADO

  •  
  • MUITO CÁ DO PRÉDIO

  •  
  • MUITO CÁ DO BAIRRO

  •  
  • ESPECIALISTAS [CINEMÚSICA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [COMUNICAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [ESCRITA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HISTÓRIA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [FOTOGRAFIA+ILUSTRAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [IGREJA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HUMOR]

  •  
  • ESPECIALISTAS [SABERES]

  •  
  • PARA DESCOBRIR

  •  
  • FORA DOS BLOGUES