Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Fevereiro 22, 2008

Sede de protagonismo

Miguel Marujo

A SEDES mandou cá para fora um comunicado que parece uma coisa excepcional. Não é. "Portugal está à beira de uma crise social de contornos difíceis de prever", dizem. Com elites destas, profissionais do pessimismo que não conseguem ver o que já se passa, não admira. Estes senhores não sabem que a crise social já está aí, com 8 por cento de desempregados, e outros que escapam às estatísticas, a precariedade de contratos a prazo, os quase 20 por cento de pobres, os licenciados que acabam em trabalhos com baixas qualificações, os gestores que ganham 32 vezes mais que os trabalhadores. O que eu queria era ver estas elites dizerem-nos um caminho a seguir, que não seja o discurso batido (e já aplicado, que ajudou também à crise que aí está) do despedimento fácil dos trabalhadores. Aí, eu entenderia o "bruá" à volta do texto da SEDES.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.