Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Janeiro 22, 2004

Quem tem medo da Volkswagen?

Miguel Marujo

«Foram muitas as pessoas que se deslocaram às boas instalações da Academia do Sporting para assistir ao jogo-treino entre o Sporting e o Wolfsburgo, apesar de ser quarta-feira, dia útil. Mas a figura mais ilustre que presenciou o joguito de futebol foi o ministro da Economia. Tinha o intervalo acabado há pouco, quando Carlos Tavares se sentou ao lado do presidente do Sporting e assistiu aos últimos 45 minutos de bola. Não se sabe se o seu homólogo alemão faria o mesmo no caso do Boavista (actual sétimo classificado do campeonato português) realizasse em terras germânicas um jogo-treino com o Bayern de Munique (segundo na Bundesliga). Mas talvez tivesse alegado uma agenda demasiado preenchida e optasse por se manter no seu gabinete ministerial. A verdade é que o titular da pasta económica do Governo português lá aceitou o convite da Volkswagen, proprietária do Wolfsburgo, e ocupou grande parte da sua tarde de quarta-feira a ver o jogo-treino entre Sporting e Wolfsburgo. É que a um ministro que se preze não se pode recusar, sem mais nem menos, um convite de uma multinacional que, na fábrica de Palmela, produz 600 automóveis por dia e que representam 7,8 por cento das exportações nacionais, 1,9 por cento do Produto Interno Bruto português e dá trabalho a 3200 pessoas.



No final da jogatana, batedores da GNR facilitaram a vida ao ministro, que não teve que penar longos minutos para conseguir andar alguns metros na "estrada" que separa a Academia do Sporting da Estrada Nacional.
»



Texto publicado hoje na secção de Desporto do Público [sublinhados nossos].

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.