Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Julho 17, 2003

Sapos

Miguel Marujo

Miguel,



Como bem sabes um dos valores que mais prezo é o da responsabilidade.

Sempre fui educado a dar a cara e a assumir até ao fim as consequências dos meus actos.

Efectivamente não posso exigir menos a um putativo candidato presidencial que a mim próprio.

Não entendo como a alguém pode passar pela cabeça votar em António Gueterres.

Eu nem a associação de condóminos lhe entregaria quanto mais o mais alto cargo do país.

E a razão é simples: quem foge e faz birra não é líder.

Os erros desculpam-se, vejam o caso de Mário Soares. Mas a cobardia não pode ter perdão.

É uma questão de coluna vertebral. Daí o engolir o sapo.

Espero sinceramente que o PS entenda que António Guterres não é candidato a coisa nenhuma e nem sequer me coloque este dilema.



No outro dia ouvi uma entrevista do nosso Comissário Europeu António Vitorino.

O homem anda tonto, então não é que diz preto no branco que não é está lá para defender os interesses de Portugal, mas sim para defender os interesses de todos os europeus!!!

Se isso fosse verdade, que os comissários defendem o interesse comum, então a questão da sua nacionalidade não se punha e todos os comissários podiam ser alemães ou italianos.

Afinal o tonto do portuga é o único que pensa altruisticamente, que vá para a bardamerda!!!

Era preferível que jogasse golfe como o Deus Pinheiro e não fosse tonto como é.