Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Agosto 11, 2006

Revisionismos no calor do Verão

Miguel Marujo

Pacheco Pereira* diz que a geração dele perdeu a noção do que é a guerra. Vasco M. Barreto lembra que "para frisar que a Europa vive sob a protecção dos EUA muito me custaria se, por omissão, a experiência de um familiar ferido em combate [na Guerra Colonial] passasse à História como paintball radical". Afinal, adverte e bem Vasco M. Barreto, "anda por aí um certo revisionismo, que fez do 28 de Maio um fim à choldra, da ditadura de Salazar uma catequese compulsiva e do 25 de Abril uma inconsequente brincadeira de magalas, tendo em conta o prognosticável - ao bom estilo de João Pinto - estiolamento do Marcelismo" [no post de leitura obrigatória, "Paintball em Cabinda"].

* - biógrafo de Cunhal, e que combate (muito bem) a hagiografia-revisionista comunista sobre o antigo líder do PCP.