Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Fevereiro 14, 2005

O luto nacional

Miguel Marujo

Há bispos que criticam a interrupção da campanha e apontam o dedo ao aproveitamento político como pano de fundo do luto nacional, decretado por Lúcia. Eu apenas gostava que me explicassem os critérios para o decreto de luto nacional. Vejamos: para Sophia e Lourdes Pintasilgo não houve funerais de Estado. Para Sousa Franco, Carlos Paredes, Aragão Seia e, agora, a irmã Lúcia, o luto foi decretado. Porquê? Não questiono cada um dos nomes - e a sua importância. Acho apenas que não podemos deixar estes decretos na mão de conveniências pontuais.