Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Já não é notícia

por Miguel Marujo, em 18.08.12

...o Benfica perder pontos na primeira jornada.

...o Benfica não jogar com portugueses em 14 jogadores usados.

...o Benfica insistir nesta muito particular opção preferencial em dar pontos aos mais pobres.

...o Benfica contratar sempre um qualquer melgarejo que depois se empresta para outro lugarejo.

...o Benfica ter Jesus que, ao contrário do verdadeiro, que tinha muitas dúvidas, só tem certezas em despachar para fora quem não deve e mexer na equipa sempre nos jogos decisivos.

(Fica escrito, para que conste.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

E gabam-se

por Miguel Marujo, em 17.08.12

«Aqueles que, a propósito da declaração de inconstitucionalidade do corte dos subsídios de férias e de Natal aos funcionários públicos, vieram dizer que o emprego público é estável e o privado não, com isso defendendo que os funcionários públicos são favorecidos face aos trabalhadores do sector privado, deviam olhar para isto: “A Direcção-geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP) divulgou quinta-feira que o número de funcionários públicos no final de Junho era de 605.212, menos 5.269 do que no final de Março e menos 8.640 que no fim de Dezembro de 2011.”» (Estrela Serrano)

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Arquipélago de Gulag

por Miguel Marujo, em 17.08.12

Autoria e outros dados (tags, etc)

Take action now

por Miguel Marujo, em 17.08.12



Não custa nada: escrever às autoridades russas para libertarem as Pussy Riot.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Da berma da estrada à mina

por Miguel Marujo, em 16.08.12

Em 2005, regressávamos do Kruger National Park, próximo da fronteira da África do Sul com Moçambique (Ressano Garcia), quando fomos parados numa operação stop, por "agentes de trânsito" que não eram polícias. Por um alegado incumprimento da documentação do motorista moçambicano que nos transportava tentaram multar-nos. Recusámos fazê-lo ali, exigimos ir à esquadra mais próxima de Komatipoort, onde pedimos para falar com o chefe da esquadra - quem nos apareceu, no meio de uma pequena multidão de agentes negros, foi um holandês nos olhos e no cabelo, africânder sem tirar nem pôr. O "agente de trânsito" começou a explicar-lhe o que se passava em africânder, exigimos que o fizesse em inglês. Acabámos por pagar a multa, com a sensação de que o chefe o fazia para não desmascarar o seu agente, mas o episódio impressionou-me mais por a estrutura de comando manter ainda traços de um apartheid antigo: o chefe era o africânder.

 

Longe de tudo isto, muito longe, a polícia sul-africana fuzilou hoje mineiros. Fuzilou, é o termo - vê-se nas imagens (e não ignoro que havia homens armados entre os mineiros). E vê-se também na linha da frente dos disparos muitos brancos (sim, também há polícias negros), mas a estrutura de comando parece-me ser sobretudo africânder. Anos depois, o país do arco-íris mantém verdadeiras estruturas de um apartheid social e policial. O legado de Mandela vai morrendo. O sonho deste homem é cada mais vez mais o sonho de um homem só.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Contragosto

por Miguel Marujo, em 16.08.12

Fica-se a trabalhar, a cidade mais vazia, apesar do tempo tropeçar para completar o trabalho forçado dos que se ausentaram, e tenta-se a notícia. E a notícia esbarra naqueles que supostamente são facilitadores do contacto dos jornalistas com os ministros, governantes e outros que tais deste país. Ganham bem mas trabalham mal. Não é má vontade minha por estar a trabalhar em agosto, é prática comum ao inverno e outono, primavera e verão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

assunção, arrebatamento

por Miguel Marujo, em 15.08.12

nome feminino
1.   ato ou efeito de assumir

2.   sujeição ou vinculação a um dever

3.   arrebatamento

4.  [com maiúscula] RELIGIÃO elevação milagrosa da Virgem ao Céu

5.  [com maiúscula] RELIGIÃO festa ou dia comemorativo dessa elevação


(Do latim assumptiōne-, «ato de tomar para si»)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Foi apenas há 23 anos...

por Miguel Marujo, em 13.08.12


«[...] Só queria lembrar, a quem tenta ridicularizar e menorizar a insinuação das escutas nos aparelhos de ar condicionado, que a Guerra Fria aconteceu realmente, que ninguém estava a brincar em serviço, que o que seria de surpreender é que, no momento em que Portugal vacilava entre os dois blocos, não houvesse escutas instaladas quer por russos quer por americanos. [...] De facto, não me interessa se as escutas eram instaladas pelos técnicos dessa empresa, ou de outra -  embora o assunto seja do interesse das pessoas atingidas pela insinuação, e interessará ao país e aos historiadores, para conhecer estes detalhes da guerra fria. O que me incomoda, e muito, é o modo como estes assuntos se tratam em Portugal: insinuações (ou, outras vezes, notícias), rebatidas com argumentos ad hominem e anedotas para ridicularizar o assunto em vez de o enfrentar e debater com seriedade.»

 

A Helena sempre foi "muito cá de casa", nas coisas que diz, nos percursos que fizemos. Agora, com a experiência de quem vive em Berlim, a cidade tanto tempo ferida, escreve sobre o que foi um aparente fait-divers estival, das declarações de Zita Seabra. Ide ler - a RDA ainda está aí ao virar da esquina.

Autoria e outros dados (tags, etc)

manta rota: bordados

por Miguel Marujo, em 13.08.12

O rapaz de Massamá, que diz que é do povo, abomina a vista que tem da marquise: uns sete ou oito populares à sua porta a protestar contra as portagens na auto-estrada à porta de casa deles. E manda a GNR e rapazes à paisana empurrar dali para fora o povo. É caso para dizer, que é do povo mas por interpostas pessoas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

manta rota: rendas

por Miguel Marujo, em 13.08.12

As rendas vão aumentar acima da inflação para o próximo ano. Estes aumentos já não vêm a tempo de incidir no preço da renda de uma certa moradia na Manta Rota.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sonhos

por Miguel Marujo, em 13.08.12


Por momentos, achei que o Google celebraria hoje o fecho dos Jogos de Londres e a viagem para o Rio. Mas em português, surpreendeu: os 115 anos de Cassiano Branco, o arquiteto que ousou sonhar fez sonhar os rapazes do Google.pt.

Autoria e outros dados (tags, etc)

fecho

por Miguel Marujo, em 12.08.12



Vamos ouvir o tradicional elogio: foram os melhores jogos de sempre; não sei se foram, mas daqui a muitos anos hei de poder contar a quem quiser ouvir que vi e vivi nos anos de duas lendas: Usain Bolt e Michael Phelps.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sobre o rigor das palavras

por Miguel Marujo, em 10.08.12

A propósito do artigo que hoje escrevo no DN, sobre "espionagem" alegadamente feita pelo PCP (é o termo), fui acusado (sou um dos dois jornalistas que hoje escreveu na imprensa sobre o tema) por um historiador de "manipular" as afirmações de Zita Seabra. Deixei este comentário no mural (facebook) de Rui Bebiano - o historiador em causa - perante o que para mim é uma interpretação muito pouco rigorosa sobre as afirmações da antiga dirigente comunista:
"Caro Rui, eu ouvi e transcrevi palavra a palavra a conversa de Mário Crespo e Zita Seabra. Sou um dos dois jornalistas que hoje escreveu sobre o tema e não acho que tenha posto na boca de Zita palavras e ideias a entrevista (que ela não refuta). Como jornalista, sinto-me ofendido que um historiador que prezo diga que manipulei as palavras de Zita e que é uma "versão falsa". Lamento, mas posso devolver-lhe essa do "vale tudo".
Transcrevo Zita:
«A [empresa] do ar condicionado era uma empresa particularmente simpática do ponto de vista da guerra fria, do ponto de vista do PCP porque os ares condicionados entravam em tudo o que eram gabinetes...» (e ri-se, sendo interrompida por Crespo); e acrescenta: «Era muito frequente brincar-se: "em que gabinete estará aquele ar condicionado". Do Ministério da Defesa, ...» E é de novo interrompida por Crespo.
Mais à frente, perante a questão se «faria sentido a colocação de equipamento de escutas integrado em...», Zita Seabra acrescenta sem o deixar acabar: «Em tudo o que eram ministérios, sítios nevrálgicos e órgãos de poder. Eu não posso afirmar que tive conhecimento que estavam microfones em tudo o que era ares condicionados, mas posso dizer que era uma empresa obviamente estratégica para o PCP e para a RDA.»"

Autoria e outros dados (tags, etc)

A espionagem que veio com o frio

por Miguel Marujo, em 10.08.12

«A antiga dirigente do PCP Zita Seabra sugeriu que os comunistas usavam os aparelhos de ar condicionado para espiar "tudo o que eram ministérios, sítios nevrálgicos e órgãos de poder", instalados nos anos 1980 pela FNAC - Fábrica Nacional de Ar Condicionado. A empresa era propriedade de Alexandre Alves, conhecido por "barão vermelho" por ser comunista e benfiquista, e que voltou a ser notícia esta semana por o Governo ter rompido o contrato com o empresário para a construção de fábricas de painéis solares em Abrantes.»

Autoria e outros dados (tags, etc)

ruas de Águeda

por Miguel Marujo, em 09.08.12

Autoria e outros dados (tags, etc)





Seguir

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D


Links

KO! [EM DESTAQUE]

  •  
  • OS QUE LINKAM A...

  •  
  • MUITO CÁ DE TODOS OS DIAS

  •  
  • CÁ DA CASA TUDO PARADO

  •  
  • MUITO CÁ DO PRÉDIO

  •  
  • MUITO CÁ DO BAIRRO

  •  
  • ESPECIALISTAS [CINEMÚSICA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [COMUNICAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [ESCRITA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HISTÓRIA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [FOTOGRAFIA+ILUSTRAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [IGREJA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HUMOR]

  •  
  • ESPECIALISTAS [SABERES]

  •  
  • PARA DESCOBRIR

  •  
  • FORA DOS BLOGUES