Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Janeiro 03, 2012

Não há desculpa para a desigualdade na austeridade

Miguel Marujo

«Foi através de Pedro Lains que cheguei ao estudo, os Ladrões de Bicicletas deram conta dele dias depois e ontem, quando já trabalhava o tema, numa coincidência que afirmou a sua inevitabilidade, entrou-me na caixa de correio um artigo do Financial Times sobre o assunto: Portugal, o país mais desigual da Europa, foi aquele onde a austeridade aplicada pelo Governo foi mais regressiva em termos de distribuição de rendimentos. Ou, dito de outra forma: Portugal é o único país onde a austeridade exigiu mais aos mais pobres.» [Rui Peres Jorge]

Janeiro 03, 2012

«Um dos grandes problemas que ocorreu em Portugal foi o desaparecimento da política de grandes senhores, com sentido de Estado»

Miguel Marujo

«A situação do país é tão grave, tão grave que não se pode admitir queixas permanentes, a única coisa que é necessário é estarmos unidos para recuperar rapidamente o país. O que é recuperar rapidamente o país? É investir, é reduzir os défices e as dívidas e criar emprego»,
dizia-nos em Maio de 2010 o homem que foi agora pagar impostos para a Holanda.

Janeiro 03, 2012

Em início de ano, lições sobre produtividade

Miguel Marujo

«A família Soares dos Santos, principal accionista (56,14%) da rede de supermercados Pingo Doce e Recheio, transferiu o seu capital para a Holanda. Dito de outro modo: deixa de pagar impostos em Portugal. [...] Alexandre Soares dos Santos, patriarca da família, o homem que nos últimos anos não fez outra coisa senão dar lições de moral aos portugueses, em sucessivas entrevistas e programas de televisão («Plano Inclinado», etc.) pagos com os nossos impostos, mandou às urtigas o interesse nacional. O povo que suporte o agravamento fiscal. Ele foi pastar para outra freguesia.» [Eduardo Pitta]