Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Outubro 04, 2011

Helena de Tróia (not)

Miguel Marujo


«O jornal italiano Il Messaggero escreveu que ela é "uma estranha mas fascinante mistura de femme fatale e inocente de rosto angélico". Estranha mas fascinante. [...] A presumível homicida faz a lista dos seus amantes, confessa saudades várias, conta conversas com o capelão, jura que era amiga da assassinada, descreve a rotina prisional, pede desculpas, garante que está inocente, confi a na absolvição, queixa-se dos media que construíram uma "imagem negativa" dela e que se armam em "juízes implacáveis e hipócritas" (até a sisuda Bompiani já publicou um livro chamado Amanda e gli altri). E no entanto ela vive altivamente dessa sua imagem: "As pessoas comportam-se como se eu fosse a mulher mais bonita desde Helena de Tróia." Não é uma Helena de Tróia, mas as fotos do julgamento são fantásticas. Enquanto os seus defensores divulgam fotografias de uma all-american girl liceal e pacata, as imagens de tribunal transmitem confiança e exibem sedução. Amanda disse que o seu à-vontade a tem prejudicado. Na verdade, o seu à-vontade cativa.» [Pedro Mexia]