Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Agosto 10, 2011

Um mês e meio de governo

Miguel Marujo

«Depois de o governo ter passado meses a afirmar que estava tudo bem, eis que fomos confrontados com a surpreendente revelação de que o défice orçamental estava bem acima do que tinha sido previsto. Como era de esperar, ao aperceberem-se da gestão ruinosa das contas públicas nacionais, os mercados financeiros começaram a exigir-nos juros cada vez mais elevados em contrapartida ao financiamento externo (que é vital para a economia nacional), e o risco de bancarrota nacional subiu drasticamente. Pressionado pelos mercados financeiros e pelos nossos parceiros europeus, o governo não teve outra alternativa que não fosse apresentar um novo plano de austeridade, que inclui algumas medidas draconianas, tais como o corte de salários e a redução de alguma despesa pública. Ainda assim, o novo pacote de austeridade comete o erro crasso de insistir na tecla do agravamento da carga fiscal, que irá penalizar grandemente a economia nacional e que irá conduzir-nos a uma nova recessão e a mais desemprego. [...]»

 

 

Uma adivinha: quem escreveu isto e quando? E a resposta está aqui (siga o link para a glória). Sim, é verdade.