Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Junho 21, 2011

Nobre*, exemplo

Miguel Marujo

Mário Soares foi candidato ao Parlamento Europeu depois de ter sido Presidente da República. Prometia-se a presidência do PE para acomodar um ex-Chefe de Estado, que tinha uma história que falava por si. Não falou, e não ajudou ter chamado dona de casa à que sairia vencedora, Nicole Fontaine. Soares foi derrotado, mas exerceu o seu lugar de deputado (contrariando o que insistentemente repetia Pacheco Pereira, cabeça-de-lista no PSD, na campanha eleitoral, que Soares abandonaria o barco à primeira oportunidade). Ontem, Nobre perdeu e tratou de dizer que assume o lugar de deputado (é o que é suposto, dizemos nós), mas logo acrescentou enquanto entender que "é útil ao país". Será rápido, apostamos.

 

 

 

* - Mário Alberto Nobre Lopes Soares

Junho 21, 2011

Nobre, salsicha

Miguel Marujo

O nobre povo representado na câmara deu um tiro no nobre: caiu ao segundo disparo, sem alcançar os 116 votos necessários, nem mesmo os 108 votos que só os seus pares garantiam. O nobre caído não é um independente que foi sacrificado por isso. Pelo contrário: era um independente que se vestiu de camisa de varas para pedir uma única coisa, a cadeira que ontem lhe negaram. E não foi ontem que o nobre outrora dito independente a perdeu, foi numa serena manhã de um sábado quando disse que só concorria à procura do lugar.