Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Fevereiro 28, 2011

23 anos

Miguel Marujo

A TSF não entrava lá em casa há 23 anos. Era uma rádio de Lisboa, rádio local, sem ondas hertzianas que chegassem a Aveiro e que, por isso, só se ouvia quando se visitava o irmão na capital. Depois começou a ouvir-se pela Rádio Nova, alguns noticiários e programas. E por fim, Lisboa e o vício que se alimentou todos os dias. Hoje, é o hábito que faz um monge que às vezes cansa, mas que consegue sempre manter o frenesim de um rádio que vai até ao fim do mundo e da nossa rua. Até no humor, de quem sabe rir-se de si. E isso é inteligente (neste link, podem ouvir enganos de jornalistas, que valem bem o nosso tempo).

Fevereiro 28, 2011

Alongamentos

Miguel Marujo

O fim-de-semana alongou-se e nada nos tirou do sol e de Lisboa e do passeio e dos amigos para vir aqui dizer de nós. Não seria necessário, este blogue dispensa a voracidade do último comentário, para isso existe Marcelo e todos aqueles que sonham serem marcelos. Ontem rematou-se estes dias com Óscares e o tapete que este ano foi de facto vermelho e a gaguez de um rei elogiada por uns, menorizada por outros, no mais óbvio exercício anual - quase tão óbvio como a discussão de quando aterra o FMI na Portela. Posto isto, voltamos, para as coisas da cidade.

Fevereiro 21, 2011

Albertofóbico

Miguel Marujo

Um boçal chamado Alberto Gonçalves vomita aos domingos no DN (no melhor pano cai a nódoa). O idiota feito sem ideias gostava de ser o Vasco Pulido Valente, mas só jorra inanidades, semana a semana. Na ânsia de ser diferente pegou num caso para caracterizar um povo, uma religião. «Um "islamofóbico" confessa-se» é um insulto à inteligência de todos nós. Para o alegado sociólogo, a suposta violação a uma jornalista americana (que ela própria, atacada, disse não ter acontecido) serve para caracterizar todos os árabes, egípcios, islâmicos. Lembro então que há uns anos duas turistas foram violadas "em plena coutada do macho latino" (usando as palavras do juiz de então, porventura guia espiritual do idiota da sociologia), o que faz de todos os portugueses, a começar pelos homens, violadores. Isso, e a Casa Pia que nos leva a pensar em todos como pedófilos. Que digo eu? Generalizo como o vómito encartado que é Alberto Gonçalves. Mas talvez lhe deixe só a ele os epítetos. Eu albertofóbico me confesso.

Fevereiro 17, 2011

Sob um céu de chumbo

Miguel Marujo

Há o pedinte no chão à porta da frutaria. Há outro pedinte no chão à porta do restaurante. Há manifestantes à porta do conselho de ministros. Este país é assim, diz a senhora no autocarro. Só quando aparecerem dois deles estendidos é que eles acordam, indigna-se ainda. Já há estendidos: à porta da frutaria e do restaurante.

Fevereiro 15, 2011

Táctica

Miguel Marujo

A moção do Bloco de Esquerda é táctica, rasgam as vestes os outros partidos. Pouco séria ou o que for, gritam CDS e PSD. Mas vão abster-se. Percebe-se bem que eles não serão nada tacticistas quando quiserem apresentar e votar uma moção deles. E consensual, claro, como se a solução para o País do BE e do PCP fosse a mesma do neoliberalismo do CDS e PSD.

Pág. 1/3