Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Novembro 22, 2010

Para assinar. Por outra economia

Miguel Marujo

«[...] Sem opções claras de objectivos a atingir no médio e longo prazo, definidos num processo aberto à participação, continuaremos ao sabor de decisões pontuais e descoordenadas, tomadas sob a pressão do momento, vinda quer de entidades externas quer de interesses particulares e outros e que não constituem garantia de um desenvolvimento humano e sustentável, que responda com equidade às necessidades e aspirações dos nossos concidadãos e concidadãs e salvaguarde o bem comum das gerações futuras.» [ler aqui versão completa - e assinar.]

Novembro 21, 2010

Desnatado

Miguel Marujo

A frustração é evidente: como os perigosos vândalos que se iam manifestar por Lisboa não partiram montras nem incendiaram carros, a direita mete a viola no saco e o Governo os blindados na garagem. Prova de que o medo é idiota e a segurança é um negócio de milhões que custa muito a muitos e rende muito a poucos - é ver submarinos e blindados, para perceber que se tem de questionar seriamente os gastos num estado dentro do Estado: os militares.

 

 

[ou isto.]

Novembro 20, 2010

Extra! Extra!

Miguel Marujo

Novembro 20, 2010

Pose de Estado

Miguel Marujo

 

Gabriela Canavilhas acompanhou hoje as mulheresdos chefes de Estado e de Governo

presentes na cimeira da NATO (foto Jorge Carmona/Global Imagens).

Novembro 19, 2010

Eternidade

Miguel Marujo

Para sempre. Sentenciou Teixeira dos Santos sobre a redução dos ordenados da função pública. O que nos vale, é que o para sempre teixeiriano é pouco condizente com a eternidade. Na arte da política este para sempre santista fina-se na sua demissão, ou (ainda mais hipócrita) nas necessidades de uma próxima campanha eleitoral.

Novembro 15, 2010

Palavra do dia*

Miguel Marujo

sedilúvio
(latim sedes, -is, assento, morada, centro, fundamento, lugar + -lúvio)
s. m.
Banho às partes íntimas do corpo. = banho de assento, semicúpio
* - o priberam escolhe todos os dias uma palavra; não sei quem a escolhe, mas que às vezes parecem uma certeira ilustração do país...