Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Outubro 09, 2009

Azias

Miguel Marujo

Que a azia da Fox News e do Drudge Report sejam grandes, com o Nobel ao Presidente que eles desdenhavam (por o mundo o ter rejeitado na escolha olímpica), não é de espantar. Que a nossa direita blogisférica não entenda que o mundo mudou muito com Obama, nem que seja pela força da palavra, é que já não se entende. Mais bushistas que Bush, estes nossos camaradas.

Outubro 09, 2009

"Espero que ganhes"

Miguel Marujo

«O candidato social-democrata a Lisboa, Santana Lopes, anunciou hoje que o ex-presidente da Câmara Carmona Rodrigues o apoia na campanha autárquica, mas o próprio negou à Lusa que lhe tenha manifestado qualquer apoio político. Depois de atender uma chamada telefónica ao passar na Rua do Carmo durante uma arruada, Pedro Santana Lopes parou no Rossio para anunciar que Carmona Rodrigues, que o sucedeu na presidência da autarquia quando saiu para ser primeiro-ministro, lhe deu "um abraço" e lhe disse que estava "impossibilitado de estar presente". "Ele disse-me: 'podes transmitir o abraço de apoio que te mando, espero que ganhes'", disse o candidato social-democrata, que acrescentou mesmo que conta com Carmona Rodrigues "para os projectos e desafios de futuro da cidade".
Em declarações à Agência Lusa, Carmona Rodrigues considerou que há "muita contra-informação" e frisou: "Não apoio ninguém, é uma posição que manifestei quando decidi não me recandidatar e que mantenho". "Não farei parte de nenhuma iniciativa de campanha", afirmou ainda.» [da Lusa, sublinhados meus]

Outubro 09, 2009

Os não eleitos

Miguel Marujo

Há muito que se percebe: nesta casa, nunca se votaria Santana Lopes. Mas não votarei António Costa só por voto útil - também por convicção, por Helena Roseta e por achar que esta cidade não precisa de túneis nem mais carros, nem Gehry ou megalomanias feitas trampolim para outro lado qualquer (apesar das juras repetidas).

 

Mas há uma coisa que me irrita muito, enquanto jornalista e cidadão eleitor de Lisboa. O poder dos não eleitos. Já uma vez me vi obrigado a escrever sobre um senhor (e sobre isto) em crónica do jornal. Retomo hoje: Duarte Moral é o todo-poderoso assessor de imprensa de António Costa, desde os tempos do MAI. É ele o maior obstáculo a que Costa fale com Lisboa e os lisboetas. Certamente, com contas antigas a ajustar com o 24Horas, até por causa daquela minha crónica, este assessor conseguiu impedir até hoje que Costa respondesse em entrevista ao jornal. Rui Rio, Elisa Ferreira e Santana Lopes responderam, o candidato que prezo não. Por causa deste senhor, que nunca deu resposta cabal ao jornal. Quem perde - mais que o jornal - são os leitores-eleitores do candidato. E Duarte Moral esquece-se que há dois anos os lisboetas não votaram nele, pediram a Costa que arrumasse a câmara e falasse com os cidadãos da capital. Aquele senhor não deixa. A bem da democracia, devia ser erradicado.