Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Abril 08, 2009

Suspensão

Miguel Marujo

Lê-se na TSF: O PSD defendeu, esta quarta-feira, que «caducou a legitimidade do Governo para tomar decisões» como lançar concursos para a alta-velocidade ferroviária (TGV) e para o novo aeroporto porque está «na recta final do seu mandato».

 

De facto, a democracia é coisa para suspender por seis meses, como recomendava Ferreira Leite. Antes do fim de cada mandato, mesmo que o Governo tenha sido eleito com um programa para uma legislatura.

Abril 08, 2009

A política de verdade do futebol é igual em todo o lado

Miguel Marujo

«Beforehand minds had drifted back to Jose Mourinho's success in knocking out United here in 2004 but the contemporary Porto are more than a tribute band version of his ensemble.

It was the home side who were entirely out of tune. Porto's followers had told everyone who would listen that the 4-0 trouncing at Arsenal in the group phase was a low point in this campaign that gave a wholly false impression of the side's quality.» [no Guardian, sublinhado meu]

Abril 07, 2009

Hoje a Europa, amanhã o mundo

Miguel Marujo

 

«A Comissão Europeia incluiu hoje os "Ovos moles de Aveiro" na lista de produtos agrícolas e alimentares com a denominação de Indicação Geográfica Protegida (IGP), passando assim esta especialidade portuguesa a estar protegida pela legislação comunitária. Os ovos moles de Aveiro são o primeiro produto português de padaria/confeitaria ao qual é atribuído uma protecção no âmbito da legislação da União Europeia relativa à protecção das indicações geográficas e das denominações de origem dos produtos agrícolas e dos géneros alimentícios. A lista de Indicações Geográficas Protegidas já incluía cerca de 60 produtos portugueses de carne ou à base de carne, queijos, frutas e produtos hortícolas.» [da Lusa, sublinhados nossos]

Abril 06, 2009

Conselhos, mas poucos

Miguel Marujo

Dias Loureiro aparece metido em negócios mais complicados do BPN. Conselheiro de estado, o Estado - pela voz do Presidente da República - não vê problema que o senhor permaneça lá sentado. O Presidente da República assanhou-se com o Governo por causa dos Açores, mesmo que todos os partidos tenham votado a favor daquilo, mas aproveita para ir falar à televisão e escrever uns prefácios. Pelo meio, ainda avisa que há assunto de estado no caso Freeport. Tanto assoberbamento ao Estado e achávamos nós que o Presidente da República convocaria depressa e em força os seus conselheiros. Mas não, Cavaco não chama o Conselho de Estado a Belém há quase dois anos.