Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Março 02, 2009

Não há almoços

Miguel Marujo

Um senhor da União dos Editores queixa-se hoje no Público dos novos horários definidos pela APEL para a Feira do Livro. Diz que é inconcebível abrir as barraquinhas ao almoço porque as pessoas "já quase não têm hora de almoço". Não sei onde ele foi buscar tais dados, mas eu só fico a ganhar - e os senhores editores da UEP também. Não será muito da minha parte, mas grão a grão...

Pág. 5/5