Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Que dia é hoje, ahn?

por Miguel Marujo, em 10.07.08

Hoje repete-se o ritual: o PSD estreia novo líder parlamentar (o terceiro nesta legislatura) no debate do Estado da Nação: promete-se carga pesada, emoções fortes, bitaites sibilantes, discursos compungentes, fraseados humorísticos; do outro lado, já se anunciou, estará um cansado, ou sem ideias, ou autoritário, ou sem respostas, ou malcriado, ou o que for Sócrates. Pois. Uma porra pá, um autêntico desastre o 25 de Abril, esta confusão pá, a malta estava sossegadinha, a bica a 15 tostões, a gasosa a sete e coroa... Tá bem, essa merda da PIDE pá, Tarrafais e o carago, mas no fim de contas quem é que não colaborava, ahn? Quantos bufos é que não havia nesta merda deste país, ahn? Quem é que não se calava, quem é que arriscava coiro e cabelo, assim mesmo, o que se chama arriscar, ahn? Meia dúzia de líricos, pá, meia dúzia de líricos que acabavam todos a fugir para o estrangeiro, pá, isto é tudo a mesma carneirada! Oh sr. guarda venha cá, A, venha ver o que isto é, E, o barulho que vai aqui, I, o neto a bater na avó, O, deu-lhe um pontapé no cu, né filho? Tu vais conversando, conversando, que ao menos agora pode-se falar, ou já não se pode? Ou já começaste a fazer a tua revisãozinha constitucional tamanho familiar, ahn? Estás desiludido com as promessas de Abril, né? As conquistas de Abril! Eram só paleio a partir do momento que tas começaram a tirar e tu ficaste quietinho, né filho? E tu fizeste como o avestruz, enfiaste a cabeça na areia, não é nada comigo, não é nada comigo, né? E os da frente que se lixem... E é por isso que a tua solução é não ver, é não ouvir, é não querer ver, é não querer entender nada, precisas de paz de consciência, não andas aqui a brincar, né filho? Precisas de ter razão, precisas de atirar as culpas para cima de alguém e atiras as culpas para os da frente, para os do 25 de Abril, para os do 28 de Setembro, para os do 11 de Março, para os do 25 de Novembro, para os do... que dia é hoje, ahn? Pronto. Calo-me.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Santos da casa

por Miguel Marujo, em 09.07.08

Hoje, o Papa aceitou a renúncia por limite de idade de Saraiva Martins, o cardeal português para a Causa dos Santos. Pode ser que o frenesim santífico de portugueses acalme.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Furacão

por Miguel Marujo, em 08.07.08

«A Operação Furacão, que averigua suspeitas de crime de fraude fiscal e branqueamento de capitais, começou no final de 2005, com investigações em quatro bancos - BES, BCP, BPN e Finibanco - tendo-se alargado a mais de duas centenas de empresas de diversos ramos de actividade económica.» [da Lusa]

 

É nestes momentos que lembro enternecido os discursos sobre a produtividade pelo nosso patronato.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Havaianas

por Miguel Marujo, em 07.07.08

Na faculdade, os calções e as havaianas multiplicam-se. Manias que nos vendem como moda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

SOS

por Miguel Marujo, em 07.07.08

SOS Lisboa. É um blogue, demasiado actual como se viu esta noite.

Autoria e outros dados (tags, etc)

À falta de U

por Miguel Marujo, em 06.07.08

Drogisterij Parfumerie MARJO

captada pelo Bruno

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ikea

por Miguel Marujo, em 06.07.08

Rapidamente se evolui da Billy para a Bestå. Necessidades de arrumação ditas em sueco. Ou uma metáfora para estes dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aí está mais uma análise brilhante de Maria Filomena Mónica aos exames, para gaúdio de uma certa direita-que-adorava-voltar-a-ter-nas-escolas- a-declinação-dos-rios-e-linhas-de-comboio. O tom é o do costume: fracas sentenças vertidas em tom de grande autoridade para supostamente passar uma mensagem. Competências da senhora para essa avaliação? Ideológicas. Ou devemos puxar pelas suas melhores inquietações e relatar outras análises: no livro Visitas ao Poder, da primeira metade dos anos 90, a senhora socióloga surpreende-se por as missas serem ditas em vernáculo, e não em latim. Num texto de há uns anos no Público, de visita ao Minho, Mónica descobria um mundo onde poucas eram as velhas de preto e lenço na cabeça e o carro tinha substituído a carroça. Nos livros sobre o Portugal de 60, também publicados pelo Público, nos idos de 90, incorria no erro de dizer que o fato de banho nas praias era de gola alta, quando (vejo fotos de família) no Algarve já se usavam roupas menos pesadas. Há uns anos em idêntica análise de fraco conteúdo aos exames de Português, sentenciava como Daniel Faria era mau poeta, não merecedor de ser examinado.

 

Quatro recolhas soltas, muitas se encontrariam certamente com mais detalhe. São elucidativas do umbiguismo de uma senhora que parece ter ficado na rua onde morava em Lisboa, com os pobrezinhos de sua mãe, e depois saltou para o deslumbramento de Oxford e desde então se acha o máximo. Sentenças por sentenças, posso garantir que, com professoras destas, está bem entregue o ensino superior neste país. A rainha essa vai nua, há muito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O PCP detesta a liberdade e a democracia

por Miguel Marujo, em 03.07.08

«O PCP considerou hoje que a libertação da antiga candidata presidencial Ingrid Betancourt demonstra "a necessidade de encontrar uma solução humanitária" para os que estão detidos devido ao conflito na Colômbia. [...] "O resgate de Ingrid Betancourt após um período em que esteve prisioneira na selva colombiana, coloca em evidência a gravidade da situação em que se encontram centenas de prisioneiros em ambos os lados do conflito e a necessidade de encontrar uma solução humanitária entre as partes", considerou o PCP num comunicado. Para os comunistas portugueses, "os complexos problemas em presença exigem uma solução política e negociada de um conflito que se arrasta há mais de 40 anos". A situação na Colômbia é "inseparável da política de agravamento da exploração e de terrorismo de Estado praticada pelo governo neo-fascista de (presidente Álvaro) Uribe", considerou ainda o PCP, adiantando que "o Povo colombiano poderá continuar a contar com a solidariedade dos comunistas portugueses na sua luta contra a opressão e exploração, pela justiça social, pela democracia e soberania nacional".» [da Lusa, sublinhados meus]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Currículo

por Miguel Marujo, em 02.07.08

Uma das piores ministras da Educação da democracia, uma ministra das Finanças sem chama, membro de um Governo socialmente insensível mas amigo das construtoras civis de grandes obras e agora líder da oposição sem projecto. Com este currículo, Manuela Ferreira Leite arrisca-se a ser primeira-ministra.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Amy who? (voz, música, pés, tudo)

por Miguel Marujo, em 02.07.08

Joss Stone, performing Dusty Springfield's 'Son of a Preacher Man' at the UK Music Hall of Fame on 14/11/06 (descoberto no Sushi Leblon)

Autoria e outros dados (tags, etc)

A advogada da EDP

por Miguel Marujo, em 01.07.08

Fixe este nome: ERSE. É a sigla da entidade que regula os sectores energéticos. Mas, nos últimos dias, só temos motivos para desconfiar das propostas da dita entidade reguladora.

 

Primeiro, a ERSE sugeriu que os clientes que pagam as suas contas sejam obrigados a pagar ainda as dívidas incobráveis da EDP. Agora a entidade quer actualizar os preços a cada três meses para evitar "situações de défice para a empresa".

 

Olhemos para o "défice" da eléctrica. Uma rápida pesquisa na Internet por "lucros da EDP", devolve-nos resultados animadores - mas só para os seus cofres: em 2006, o "resultado líquido da EDP subiu 83,8% nos primeiros nove meses do ano". No primeiro semestre de 2007, os "lucros da EDP sobem mais de 12% para 422 milhões". Já este ano, "analistas estimaram que o lucro da EDP terá diminuído" no ano passado. OK. Mas leia a seguir: "Para 923,7 milhões de euros" (repita se não acredita). Uma quebra de 1,9%, por causa do plano de reestruturação e venda da participação na REN.

 

Conclusão: a ERSE é a advogada de defesa da EDP. O consumidor passa bem sem esta regulação.

 

[crónica no 24horas a 19/6/08, a propósito do post sobre o novo desmando da EDP e que quanto a mim responde a algumas das observações nos comentários a esse post, nomeadamente os de Helena e de "123 de Oliveira 4"]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sorrisos e jornalismo

por Miguel Marujo, em 01.07.08

Mariza sorriu a dirigir o Metro por um dia. (Não se duvide: melhor que outras luzes que por lá andaram, e ainda insistem em não serem desligadas em cargos anedoticamente fantasmas.) Mas (há um mas) neste regresso à Terra, Mariza quis só dar "Boas Notícias" (as maiúsculas não são minhas) - e assim o Metro desta segunda sai um evangelho (do gr. euaggélion, «boa notícia»). Dois exemplos: um roubo de carjacking e os tiros disparados contra o pavilhão onde tinha estado Sócrates deixaram de ser notícia para os leitores do Metro (está lá, admitido em forma de letra). Percebe-se a vontade, e por um dia faz-se diferente. Mas o jornalismo não se pagina só com boas notícias. A vida é tramada - e tem a mania de viver das boas e das más coisas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 3/3





Seguir

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D


Links

KO! [EM DESTAQUE]

  •  
  • OS QUE LINKAM A...

  •  
  • MUITO CÁ DE TODOS OS DIAS

  •  
  • CÁ DA CASA TUDO PARADO

  •  
  • MUITO CÁ DO PRÉDIO

  •  
  • MUITO CÁ DO BAIRRO

  •  
  • ESPECIALISTAS [CINEMÚSICA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [COMUNICAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [ESCRITA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HISTÓRIA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [FOTOGRAFIA+ILUSTRAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [IGREJA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HUMOR]

  •  
  • ESPECIALISTAS [SABERES]

  •  
  • PARA DESCOBRIR

  •  
  • FORA DOS BLOGUES