Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Julho 05, 2007

Virgem mas pouco

Miguel Marujo

Há algo de virgem pudica na forma como Carmona se apresenta às eleições. Ele diz que fica porque não é vaidoso, e vá de retro acha que nunca mais se quer envolver com nenhum partido. O que ele nunca assume, e isto é fraqueza, não força, é que a Lisboa destes últimos seis anos tem a sua marca indelével: o compadrio, a corrupção, a falta de transparência, mas também as ruas sujas, o túnel que mais carros trouxe para a cidade que perde cada vez mais habitantes. Carmona não é virgem, faz-se. E há sempre quem esteja disposto a louvar estes técnicos muito mais perigosos que os políticos.

Julho 04, 2007

Radio Nostalgia

Miguel Marujo

Entra-se no táxi e o mais improvável dos motoristas tem sintonizado um oásis radiofónico. Fala-se de Echo & The Bunnymen e dos Waterboys. Ele não muda a estação, segue imperturbável, mas acabou de alegrar a minha noite. Recupere-se a nostalgia.


Echo & The Bunnymen, Killing Moon


The Waterboys, This is the sea

Julho 04, 2007

Salamaleques

Miguel Marujo

As duas velhotas fazem a festa do encontro e entretêm-se a dizer como cada uma delas está tão bem. Até que uma faz o cumprimento final: «Está uma boneca, muito sexy!» E riem-se, com gosto.

Julho 03, 2007

Shame on you, mr Bush

Miguel Marujo

Bush perdoou Libby e safou-o da pena de prisão, porque a decisão do juiz era «excessiva» (e às malvas a separação de poderes). Libby foi um senhor que para manter intacta a virgindade da administração que serviu não olhou a meios para dar cabo de quem denunciava a mentira do Iraque. Agora, Bush prova que mentir assim não merece cadeia. Só o outro senhor presidente que se esqueceu de dizer com quem fazia provas orais é que passou por um processo de impeachment.

Julho 02, 2007

Pouca terra

Miguel Marujo

O serviço de restauração dos comboios dá prejuízo (à CP e às empresas que exploram os bares). Claro: experimente-se comprar uma garrafa de água e umas sandes de queijo e a coisa não ficará por menos de 4 euros. Assim, quem vai de viagem avia-se em terra.

Julho 02, 2007

Terror

Miguel Marujo

Assusta ver a porta do terminal de aeroporto, que deixámos há 15 dias, destruída daquela forma. O terror tem destas coisas, tornar o banal em algo que se teme. Mas a melhor maneira para o combater não é, definitivamente, lançar anátemas sobre eixos do mal. Ao cultivar esse discurso, cultiva-se ainda mais o medo que eles querem fazer vencer. É isto que Bush nunca percebeu, nem perceberá. E esperemos que o escocês Brown o venha a perceber, porque Blair não quis.

Julho 01, 2007

Lança no mau português

Miguel Marujo

Parece que anda meia blogosfera a atacar uma senhora Lança, Patrícia Lança, por uns dislates que escreveu sobre sodomia, sexo oral, homossexualidade e outras coisas que tais. Já outra meia casa, perde latim e tempo a defendê-la, nem que seja porque a rapariga tem uns arremedos neoliberalóides. Depois de ter seguido alguns links, como este por exemplo, a única coisa que me arrepia é o mau português da senhora (que se assina "Patricia Lanca"). E prefiro não meter mais nenhuma lança no debate.

Pág. 5/5