Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Julho 17, 2007

Literatura meteorológica

Miguel Marujo

Ao acaso, a meteorologia das férias acompanhou os livros escolhidos. Um relato por uma Inglaterra chuvosa e a sensualidade de corpos e ritmos pulp fiction em versão Rio de Janeiro. A síntese fez-se em Tibau do Sul, um recanto do Rio Grande do Norte, só para baralhar ainda mais as coordenadas.




[Lidos, e recomendados: «Crónicas de uma Pequena Ilha», de Bill Bryson, Quetzal; «Bandidos e Mocinhas», Nelson Motta, Palavra]

Julho 16, 2007

Portas

Miguel Marujo

Paulo que foi das feiras provou, nos últimos meses, como se pode fazer política sem olhar a meios e a quem. Mas ontem voltou a pôr o seu ar fingido de virgem ofendida para anunciar solenemente que vai pensar como se faz política em Portugal. Podia olhar-se ao espelho (e ao do partido). Talvez aprendesse de vez.

Julho 16, 2007

Lisboa

Miguel Marujo

Assim, uma leitura rápida: Costa obrigado a governar à esquerda, evitando de preferência a lista arguida. A preferência confirmada dos eleitores por arguidos. A delícia da derrota de Portas (a "pessoalização" de Telmo é venenosa: este era a aposta "pessoal" de Portas). E Negrão a atear o lume brando em que se queima Marques Mendes. Lisboa tem de mudar devagarinho, em dois anos.

Julho 15, 2007

Semana fora

Miguel Marujo

... desperdicei um convite radiofónico delicioso,
... perdi o folheto da CDU que anuncia o apoio de «Henrique Viana, actor»,
... vi que a comissão administrativa da Câmara mostrou obra, ao colocar uns pilaretes, para impedir que os eléctricos fiquem presos por carros mal estacionados nos Prazeres,
... perdi os Air, hoje serão os Nouvelle Vague, e deve haver mais, que nem consultei os guias, e para tortura já basta,
... e deve haver mais alguma coisa, mas ainda só saí para votar e não comprei jornais.
Há que prolongar este regresso vagaroso.

Julho 15, 2007

Regresso

Miguel Marujo

Chegar devagarinho à cidade, que teima em tons cinzentos, a 15 de Julho, preparar o cartão de eleitor para votar, bem dizer a semana longe da campanha, longe de tudo, quase tudo. Chegar devagarinho ao blogue, não saber o que anima as outras casas. Não querer saber. Gozar a cidade, o dia. Devagarinho.

Julho 06, 2007

Sagração do Verão

Miguel Marujo

Lisboa acolhe, com calor, sol e luz quem chega de Glasgow. Luminosa cidade, lhe parece, a quem vem de um dito verão, chuvoso e sempre de casaco nas terras altas das bretanhas grandes. Vamos celebrar o Verão, então. Voltamos em breve. O arquivo, e os links, muitos aqui ao lado, ficam para explorar. E não perder fio à meada.