Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Setembro 30, 2006

Um sonho

Miguel Marujo

lua na folha molhada
brilho azul-branco
olho-água, vermelho da calha nua

tua ilharga lhana
mamilos de rosa-fagulha
fios de ouro velho na nuca
estrela-boca de milhões de beijos-luz

lua
fruta flor folhuda
ah! a trilha de alcançar-te
galho, mulher, folho, filhos
malha de galáxias
tua pele se espalha
ao som de minha mão

traçar-lhe rotas
teu talho, meu malho
teu talho, meu malho

o ir e vir de tua
o ir e vir de tua ilha

lua
toda a minha chuva
todo o meu orvalho
caí sobre ti
se desabas e espelhas da cama
a maravilha-luz do meu céu
jabuticaba branca

[à M., nos seus 30 assombrosos anos, este dia 30
— com Caetano Veloso e eu ao lado]

Setembro 27, 2006

Sem compromisso [actualizado]

Miguel Marujo

Como sinto na pele a absoluta incompetência de quem manda e gere os negócios neste país, confirmo com números e dados aquilo que já tinha dito. Medíocre não é o Estado, medíocres são empresários e gestores, mexias e carrapatosos e azevedos que de compromissos só entendem o máximo lucro e o mínimo investimento nas pessoas. [Lido no Portugal dos Pequeninos]

[Ler também esta carta aberta, reproduzida no Arrastão.]

Setembro 27, 2006

La red siete

Miguel Marujo

«Já estou a escrever à Carris», avisa o passageiro em voz alta para que outros o ouçam. «Para protestar com estas mudanças.»
De quem terá sido a ideia, pergunta a companhia ocasional de viagem. «Dos espanhóis! Ouvi dizer que foram os espanhóis...»

Setembro 27, 2006

Na Segurança Social

Miguel Marujo

«Quero um assistente social...
- Aqui não há. Onde mora?
- Sou do Algarve...
- Terá de ir ao Algarve, à sua área de residência.
- Mas preciso de ajuda para ir para lá!
- Aqui não temos assistentes sociais...
- Então que raio de segurança social é esta?!»

Pág. 1/6