Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Portugal-Angola (ou Inglaterra)

por Miguel Marujo, em 12.06.06
«POST-GAME THOUGHTS
Angola can hold their heads up having kept it close against a Portuguese team packed with talented attacking players. While Portugal may have eased up a bit in the second half and played to protect their lead, this was nothing like the English performance yesterday. Portugal created a bunch of good chances and kept on the attack almost to the end. Plus, of course, they scored the goal they won by themselves.»
[in New York Times]

Autoria e outros dados (tags, etc)

O fado como pretexto em noite de sereias

por Miguel Marujo, em 11.06.06
Ulisses enfrentando as sereias. Óleo de Herbert James Draper.

Diz a lenda que Ulisses chegou à foz do Tejo. A noite de sábado quase que o confirmava: se no rio ainda morassem marinheiros, teriam ouvido encantos de sereia. Pelo Castelo de São Jorge, passou uma princesa, na voz e na emoção que pôs no seu regresso a Lisboa. Cristina Branco, que começou no fado na Holanda e, desde então, aventurou-se por outras águas até aportar em “Ulisses”, o seu último trabalho de originais, onde por vezes aquilo que se ouve se parece fado. Ali, por entre as sombras das árvores, num cenário deslumbrante (a cidade aos pés da colina), Cristina Branco deixou ainda várias dedicatórias a Lisboa, “mulher apaixonada”, e a Portugal, no dia de Camões.
Mas o castelo que foi dos mouros deixou-se a seguir invadir pela magia cinéfila de Rodrigo Leão. O pretexto também foi o fado, em mais uma noite da “Festa do Fado”, promovida pela Câmara Municipal de Lisboa, integrada nas festas da cidade. E quase que se ficciona uma banda sonora de um filme mudo, por entre os labirintos das escadas e becos de Alfama. Também se podem ouvir aquelas músicas por entre barcos de um porto mediterrânico — e Ulisses volta a espreitar das águas iluminadas do rio Tejo.
Sem as vozes femininas de “Alma Mater” e “Cinema”, o compositor e músico apresentou-se acompanhado por uma outra voz singular, a de Ana Vieira. Outro encanto.
Com o pretexto do encontro, Rodrigo Leão chamou ao palco Cristina Branco para a interpretação de “Redondo Vocábulo”, de José Afonso, e “Mudar”, um seu inédito de que ali ganhou voz.
Na noite, “Hoje o céu está mais azul,/ Eu sinto/Fecho os olhos, mesmo/assim/Eu sinto/O meu corpo estremecer/Não consigo adormecer”. Há viagens únicas. Ulisses chegou a Lisboa.


Rodrigo Leão e Cristina Branco

[texto no METRO desta segunda-feira]

Autoria e outros dados (tags, etc)

O fado como pretexto

por Miguel Marujo, em 11.06.06
Noite perfeita. O Castelo, a lua cheia, a voz de Cristina Branco, o cinema de Rodrigo Leão. «Hoje o céu está mais azul,/ Eu sinto/Fecho os olhos, mesmo/assim/Eu sinto/O meu corpo estremecer/Não consigo adormecer». Há viagens únicas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Jacarandás[as árvores que os de fora gostam]

por Miguel Marujo, em 10.06.06
Em Aveiro, ao contrário do que me dizia a memória, há jacarandás. Rodeiam José Estêvão, na Praça da República. E floriram apenas no ano passado, contam-me a Isa e o Filipe, com o calor seco que atravessou os canais da ria. Ninguém terá registado esse momento, só ele, que também os admiraria à saída do Parlamento, se fossem já árvores de Lisboa no século XIX. Ficamo-nos por cá a admirá-los.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Cidade

por Miguel Marujo, em 10.06.06
Lisboa cheia de luz percorrida nos trilhos que os lisboetas pouco fazem, deixando lugar ao vozear constante de outras línguas. Subo ao Castelo, de autocarro para evitar a canícula. Espanhol, italiano, inglês, francês, alemão. E um casal adolescente português na idade da parvalheira. Depois desce-se a colina, chega-se à Baixa, vai suja a cidade, misturam-se as cores e os sabores de gentes de todo o lado, negros, brancos, árabes, católicos, pecadores, turistas, lisboetas, imigrantes, emigrantes, mendigos e indigentes, apressados e vagarosos. Num impulso tomo a direcção da Igreja de São Domingos. Não é sumptuosa, tem estatuária que a desfigura, velas que incomodam, preces que se queimam, mas as paredes negras e despidas do incêndio devolvem a beleza - das coisas simples. Da cidade em volta, luminosa.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Cromos [colecção rara]

por Miguel Marujo, em 09.06.06

Vanessa nas Maldivas


Vanessa em Singapura

[actualização: este post não é de gozo.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

A comichão de borboletas

por Miguel Marujo, em 09.06.06
Uma jornalista parte para uma viagem de dez dias em dez cidades europeias. E conta como é ter comichão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ferver

por Miguel Marujo, em 08.06.06
Dá-me para isto. Sorrisos do outro lado, ajudam a respirar. Mas deste lado não. É a véspera das grandes competições.

Autoria e outros dados (tags, etc)

[as costas largas de deus]

por Miguel Marujo, em 08.06.06
Elas nunca estão nuas e elas nunca estão vestidas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Agências de comunicação

por Miguel Marujo, em 07.06.06
Estão na ordem do dia, graças a Carrilho. E há razões para suspeitar de uma cabala, de facto: alunos da Portela fecharam a escola a cadeado e explicam as suas razões num comunicado enviado por... uma agência de comunicação. Ele há cada uma.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um assassino

por Miguel Marujo, em 07.06.06
O senhor de extrema-direita que foi detido com armas e outros materiais proibidos e que diz querer combater a criminalidade de "estrangeiros" é um assassino condenado. Da Lusa, hoje, nos parágrafos finais da notícia: "Mário Machado é dirigente da Frente Nacional, um movimento que apoia o Partido Nacional Renovador e foi o organizador de manifestações recentes em Lisboa contra a criminalidade alegadamente desencadeada por imigrantes e em Vila de Rei contra a instalação de cidadãos brasileiros no concelho. Segurança de profissão, Mário Machado foi condenado em 1997 a uma pena de prisão de quatro anos e 3 meses por envolvimento na morte de Alcino Monteiro - crime de 1995, no Bairro Alto, que levou à condenação de 15 cabeças-rapadas. Mário Machado está actualmente a ser julgado no Tribunal da Boa-Hora, Lisboa, por extorsão, dois crimes de sequestro e posse ilegal de armas"

Autoria e outros dados (tags, etc)

É só fumaça

por Miguel Marujo, em 07.06.06
Um incêndio em tempos na estação do metropolitano da Alameda começou com um cigarro. Hoje é proibido fumar no metro. Alguém nota?
Um cigarro nos bastidores do Coliseu do Porto provocou um incêndio. Já era proibido fumar em recintos fechados. Alguém ainda nota?
Agora, os donos dos restaurantes vão vigiar clientes e patrões vão decidir quem fuma. Alguém vai notar?

Autoria e outros dados (tags, etc)

A minha fase punk

por Miguel Marujo, em 07.06.06
Sair do banho com o cabelo todo espetado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Outros, a respigar

por Miguel Marujo, em 07.06.06
«Sinceramente, eu penso que a coisa passou um bocado despercebida ao nosso jornalismo, tirando claro está o António Marujo. E passou também despercebida à blogosfera, até mesmo à nossa teosfera. Pois foi mesmo uma coisa espantosa. Quem melhor captou o sentido profundo daquilo que o papa Bento XVI fez e disse naquele lugar, foi Bénard da Costa, o homem que saiu da Igreja Católica na Nacional 1 quando viu passar o papa Paulo VI dirigindo-se a Fátima e a Salazar que lá o esperava.» A Terra, de regresso(s).

Autoria e outros dados (tags, etc)

Respigadores

por Miguel Marujo, em 06.06.06
Às vezes, é importante parar e respigar um texto como o que aqui postámos antes. Bénard da Costa escreve um belíssimo texto sobre os horrores e os silêncios. Para que não caísse também esse texto no silêncio (selectiva blogosfera, que desdenha a pausa prolongada para a reflexão), publicámos na íntegra a prosa.

Autoria e outros dados (tags, etc)





Seguir

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D


Links

KO! [EM DESTAQUE]

  •  
  • OS QUE LINKAM A...

  •  
  • MUITO CÁ DE TODOS OS DIAS

  •  
  • CÁ DA CASA TUDO PARADO

  •  
  • MUITO CÁ DO PRÉDIO

  •  
  • MUITO CÁ DO BAIRRO

  •  
  • ESPECIALISTAS [CINEMÚSICA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [COMUNICAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [ESCRITA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HISTÓRIA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [FOTOGRAFIA+ILUSTRAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [IGREJA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HUMOR]

  •  
  • ESPECIALISTAS [SABERES]

  •  
  • PARA DESCOBRIR

  •  
  • FORA DOS BLOGUES