Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Fevereiro 28, 2006

Contra algumas ideias feitas

Miguel Marujo

Jorge Sampaio usou o veto político, um dos mais importantes poderes do Presidente da República, 75 vezes, nos dez anos que esteve em Belém. O período entre 2001 e 2006, que corresponde ao segundo mandado, foi aquele em que Sampaio mais vetou. Numa década, Sampaio mais que duplicou o número de diplomas do Governo ou da Assembleia da República vetados pelo seu antecessor no cargo: Mário Soares usou-o 37 vezes de 1986 a 1996. [da Lusa, sublinhado nosso]

Fevereiro 28, 2006

Bloguexcessos

Miguel Marujo

Há quem ache que os blogues não podem ser esquecidos pela imprensa, quem rejubile com as microcausas transportadas para as páginas dos jornais, quem diga que este mundo reflecte o outro, lá fora. Talvez fosse melhor sermos mais modestos: um estudo da Gallup, hoje citado pelo Público (sem link para a notícia), diz-nos que a leitura dos blogues está no fim da lista de actividades na internet. Apenas nove por cento dos cibernautas nos EUA lêem blogues frequentemente, enquanto 11 por cento o fazem raramente e 66 por cento nunca os lêem. KO!

Fevereiro 28, 2006

Perdido

Miguel Marujo

A segunda série de Lost/Perdidos, anunciada em parangonas pela RTP, é apresentada em horário nobre. Hoje, o episódio tem início às 22h30. O horário nobre ganhou um novo significado no serviço público.

[actualização: e que dizer do horário de reposição da primeira série? Depois de desbaratados em tardes de domingo, a RTP re-apresentou-os diariamente, para podermos retomar o fio à meada. Impossível: ao início, ainda os transmitia cerca das 23h30/00h, ontem o episódio tinha início às 2h45 da madrugada (hoje, portanto).]

Fevereiro 26, 2006

O ataque

Miguel Marujo

O jornalismo de investigação poderá ser domesticado, se o Governo aceitar a proposta do responsável pela Unidade de Missão para a Reforma Penal, Rui Pereira. O jornalista será acusado por violar alegados segredos de justiça. Mas quem é este senhor? «O jurista Rui Pereira – ex-director dos Serviços de Informações e Segurança – é um dos nomes apontados pelo "Expresso" nas conversas telefónicas entre dirigentes do PS e do CDS, que visavam a demissão do procurador-geral da República, Souto Moura. Rui Pereira era o nome avançado para ocupar o lugar de Procurador.» [NFerreira, in fórum da Associação Sindical dos Oficiais dos Registos e Notariado, 20 de Novembro de 2005]

Pág. 1/6