Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Novembro 15, 2005

Quem será o próximo boy?

Miguel Marujo

Paulo Ribeiro foi despedido pelo Conselho de Administração da TEMA, Teatro Municipal de Aveiro, EM, "em virtude da actual situação económico-financeira do Município de Aveiro". Aguardo com expectativa o próximo boy e lamento as prioridades que começam a ser desenhadas pelos "velhos" senhores da cidade. O Teatro Aveirense será de futuro para ranchinhos e filarmonias?

[adenda: deixei este comentário no blogue "aveirense" do JMO:
"Não percebo porque lamentas, João, as palavras de Paulo Ribeiro na hora da saída. O que me parece de sublinhar é o comunicado do CA do TEMA ao colocar o ónus nos ordenados dos directores demitidos (deixemo-nos de eufemismos). Paulo Ribeiro ataca quem o maltrata, como qualquer um de nós faria se fosse assim despedido. Se o ónus orçamental fosse da programação pedia-lhe para rever essa programação - e pedia-lhe que continuasse com um quadro eventualmente menos ambicioso em programa e actividades. Aí, Paulo Ribeiro podia decidir.
Sobre o novo espaço museológico, só me posso rir: Aveiro tem diferentes espaços museológicos municipais que estão subaproveitados por desinvestimentos passados e presentes, e que deverão continuar (a avaliar por estas medidas de "contenção").
Maria da Luz Nolasco (para dirigir o teatro)? Uma ex-vereadora do CDS? Cá está: saia uma girl for the job. Eu sei: é competente, é isto e aquilo, mas não deixa de ser alguém politicamente vinculada, longe do trabalho profissional que Paulo Ribeiro (ou outro) faria. Ficarei a aguardar, também, o seu ordenado. Que o novo executivo o divulgue se tiver coragem."]

Novembro 15, 2005

Barbear (upgrade)

Miguel Marujo

Todos (plural masculino) que fazem a barba com gillette (mesmo que usando uma Wilkinson ou uma BIC, em vez de uma Gillette) sorriem ao ver um anúncio televisivo às lâminas, que escorregam suavemente pelo rosto sem deixar marcas de pêlos nem sangue (sim, por vezes, o sono ou a falta de jeito dá nisso). Mas, agora, há uma nova Gillette* (sim, é mesmo da marca) que quase consegue esse barbear... A Mach3 Power ajuda a escanhoar quase com uma máquina. Vão por mim. A perfeição pode estar próxima.

[* - a empresa não me pagou nada, mas os pequenos prazeres da vida devem ser sublinhados]