Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Junho 30, 2005

Há um ano escrevíamos assim...

Miguel Marujo

[ou será que se mantêm actuais algumas destas questões para aqueles dias?]

Deve um primeiro-ministro apresentar-se sorridente, acolitado pela distância, pedir aos que abandonou para não fazerem do seu assunto matéria de luta partidária?
Deve o país convergir neste assunto como no futebol, como pediu o líder parlamentar "laranja"?
Deve um grupo minoritário de portugueses definir o novo líder do país, sem que o país conte?
Deve o país só contar para futebóis e banhos?
Devo eu ir a banhos, por causa do calor extremo, derivado (em futebolês) da avaria do ar condicionado?
Devo ir para casa ver o futebol e aplaudir um país que parece marcar golos na Europa e falhar campeonatos cá dentro?
As respostas estão à vista de todos. No país e no mundo, como diria o outro. O que (me) vale é a Maria, que desde há 13 anos* (me) deixa descobrir que há uma esperança imensa em encher tudo de futuros.
* - número actualizado

Junho 30, 2005

Da nossa natureza

Miguel Marujo

É daqueles blogues que prometo a mim mesmo linkar ali na coluna devida. Daqueles que prometo a mim mesmo visitar muito regularmente - e quase nunca o faço, por minha iniciativa. Sou depois levado pelas ondas, quando de outros portos me fazem ali chegar. E dou por mim inebriado pela poesia da vida, pela natureza do mal. Hoje, vingo-me de mim próprio: e coloco o blogue de Sofia e Luís ali em destaque: o mal tem destas coisas, deixa-nos KO!

Junho 30, 2005

Competência

Miguel Marujo

Ali na Amadora, vê-se do comboio, um cartaz de Paulo Portas e Telmo Correia, para as últimas legislativas, realizadas a 20 de Fevereiro. A ideia-chave: «Competência». Sobretudo a "limpar" as ruas...

Junho 29, 2005

Junho, mês maldito

Miguel Marujo


Morreu Emídio Guerreiro. Nunca mais esqueço o entusiasmo quase juvenil, no último congresso do PS, quando falava aos jornalistas. Viveu até aos 105 anos. Viveu livre.

[actualize-se: que estranha falta de memória varreu das notícias da morte de Emídio Guerreiro, na Lusa e na RTP, a sua aproximação ao PS, nos últimos anos.]

Junho 28, 2005

Um esquecimento, isso da oposição

Miguel Marujo

O fim-de-semana passou calmo. Na segunda-feira de manhã, o Diário Económico descobriu que as contas do Orçamento não batiam certo. À tarde, a oposição falava em embuste. O que dizer? Que o ministro errou. Mas há outra constatação possível: que a oposição sabe ler jornais. Mas não sabe estudar os dossiês.

Junho 28, 2005

Um perigo, isso dos livros

Miguel Marujo

Que os livros são perigosos, já o diziam as autoridades em Fahrenheit 451. A nova prova está nos blogues: O meu Pipi enterrou-se pouco depois de publicado em livro; o Dicionário do Diabo ardeu por completo para que dele restassem apenas as provas seleccionadas em papel para «Fora do Mundo»; o Gato Fedorento compila textos dos jornais que repete no blogue; e o Barnabé implode agora em público depois de ser escolhido por «um milhão de leitores», ou lá o que era. Um perigo... Que esperemos que Rititi evite, pois claro.

Pág. 1/9