Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Sebastianismos

por Miguel Marujo, em 05.03.05

Cavaco Silva já foi o Desejado. Hoje, a direita de 20 de Fevereiro ataca-o como o Encoberto. Também à direita, António Borges é - cada vez mais, para um PSD que sonha sempre com manhãs de nevoeiro -, o novo Sebastião.
Agora, há novo mito à esquerda: António Vitorino (e já foi, sabe-se lá porquê, Vitor Constâncio). A todos atribuem-se as mesmas características, quase salvíficas: competentes, consensuais, pátáti-pátátá. De Borges, já disse o que penso. De Vitorino, penso melhor. Mas irritam-me estes namoros não consumados: "estou disponível", "habituem-se!" e, depois, afinal, muitos sorrisos, muitos salamaleques, mas ala! que se faz tarde e no privado ganha-se melhor, com menos chatices. Não será assim? Talvez não seja. Mas, como diz Celso Martins, «Vitorino ou é candidato à presidência, o que é uma muito boa notícia, ou francamente eu não consigo perceber o que vai naquela cabecinha loira». A segunda opção deve levar-nos a "demiti-lo": quem não arregaça as mangas nas horas difíceis, porque há-de merecer a confiança nas horas fáceis?

[actualizado, por e-mail, Cláudia envia-nos uma possível explicação:
António Vitorino, um balanço.
Pensão de reforma de um comissário europeu durante os primeiros três anos: 18.000 Euros.
"Esta reforma, apesar de vitalícia, vai sendo deduzida quando o ex-comissário em causa voltar a uma actividade a full-time e, claro, remunerada. Ou seja, os 18 mil euros a que Vitorino tinha direito durante três anos, mais uma pensão vitalícia - e que nesse caso seria só uma parte do vencimento total - pode ficar reduzida a uns míseros 720 euros."

Parece-me lógico que o senhor não queira fazer nenhum (e não será só ser ministro) durante uns tempos...

Fonte: Portugal Diário]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sete medidas para acreditar

por Miguel Marujo, em 05.03.05
A partir do Pula Pula Pulga, descobre-se um texto essencial, para discutir: «Sete medidas para um programa de esquerda». O autor? Luís Campos e Cunha, uma escolha menor, como nos dizem, para a pasta das Finanças.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quem nunca borregou que atire o primeiro comment

por Miguel Marujo, em 05.03.05
Houve quem tenha emendado a mão. Houve quem não o fizesse.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Governo: alguns comentários

por Miguel Marujo, em 05.03.05
Não resisto a citar na íntegra o Celso Martins, no Barnabé...
«Nada como ver Carlos Magno dizer que este governo vai ser alvo de críticas à direita e à esquerda para ganhar um pouco de esperança. E há que reconhecer que temos razões para ter esperança:
- A tralha não regressa. Nem Pina Moura, nem Lello, nem Carrilho.
- Mariano Gago, Augusto Santos Silva e António Costa fazem parte do governo.
- Vieira da Silva na Segurança social é um sinal de que não vem aí mais do mesmo nesta matéria.
- Freitas do Amaral, que foi contra aguerra do Iraque, um dos políticos mais experientes e independentes da democracia portuguesa vai dar um contributo a um governo de salvação nacional. Boa moeda.
- Vitorino ou é candidato à presidência, o que é uma muito boa notícia, ou francamente eu não consigo perceber o que vai naquela cabecinha loira.»

... e a acrescentar umas notas mais:
- A desilusão pelo escasso número de mulheres.
- A satisfação por um grande número de independentes (oito-oito, numa proporção que mostra abertura à sociedade civil).
- A satisfação pelo Governo mais pequeno desde 1991 (que, esperemos, se mantenha com os secretários de Estado).
- A estupefacção pelos comentários de Guilherme Silva, que disse faltarem "pesos-pesados", como Vitorino, Gama, Coelho e Seguro. Se eles estivessem, o líder parlamentar do PSD diria que era mais do mesmo do guterrismo. E teria razão.
- A satisfação por não estarem Gama, Coelho e Seguro.
- A desilusão por mais um mito sebastiânico - António Vitorino.
- A satisfação por Mariano Gago assumir, com dez anos de atraso, a pasta do Ensino Superior.
- A satisfação por não haver um Ministério do Desporto ou da Juventude.
- A estupefacção pelos ataques liberais de José Manuel Fernandes, no Público, a Vieira da Silva - «sinal de um eventual regresso às políticas do tempo de Ferro Rodrigues»: JMF não percebeu que quem ganhou foi o PS, e não a direita, e que as políticas do tempo de Ferro Rodrigues assentaram apenas nessa medida revolucionária que foi o rendimento mínimo garantido.
- A satisfação por, como sublinha o Público, nenhum dos protagonistas do famoso cartaz do PSD "Quer mesmo que eles voltem?" ter entrado no Governo: nem Edite Estrela, nem João Cravinho, nem Pina Moura, nem Fernando Gomes. Até nisto, o PSD não sabia mesmo quem é que ele era.

E outra especial satisfação. Já não teremos de escrever mais coisas que nos envergonhavam (e/ou divertiam): "Santana Lopes, primeiro-ministro; Paulo Portas, ministro dos Assuntos do Mar; Bagão Félix, ministro das Finanças; Rui Gomes da Silva, ministro-adjunto; Nobre Guedes, ministro do Ambiente; António Mexia, ministro das Obras Públicas; Maria do Carmo Seabra, ministra da Educação; Maria João Bustorff, ministra da Cultura; Maria da Graça Carvalho, ministra da Ciência e Ensino Superior; Morais Sarmento, ministro da Presidência; José Luís Arnaut, ministro das Cidades"; e por aí fora.

A ler também: as primeiras impressões de José Mário Silva e o totoloto do Timshel.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O homem das estações

por Miguel Marujo, em 04.03.05
A visita daquele homem, ainda o sol teima em nascer, anuncia a mudança de estação. Todos os trimestres, o limpa-chaminés entra cá em casa e com a sua longa vassoura marca a viragem do tempo. Mesmo que o tempo insista em nos enganar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Informação útil

por Miguel Marujo, em 04.03.05
A Capela do Rato fica na Calçada Bento da Rocha Cabral, número 2, em Lisboa, ali ao lado da sede do PS. Só heresias, já se vê.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fazem anos de blogosfera. E por ordem de dias em atraso, os parabéns e as habituais recomendações de leitura: o Amor e Ócio, o Blasfémias, o Povo de Bahá e a Voz do Deserto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sinais de contradição

por Miguel Marujo, em 04.03.05


Por estes dias, a vida cruzou-se demasiadas vezes com a morte. Este blogue não escapa aos humores do tempo e às saudades das partidas. Faltam-nos as sementes de esperança, de uma mercearia: «O que pedimos a Deus? Normalmente, tudo: saúde, amor, felicidade, sabedoria e dinheiro, em doses e associações variadas. E, num assomo de má consciência, lá democratizamos o pedido, estendendo-o a todos os outros. O Deus atendedor do balcão desses pedidos responde sempre o mesmo, embora de muitas maneiras: "Acho que não me compreendeste. Aqui não vendemos frutos. Vendemos unicamente sementes".»

Autoria e outros dados (tags, etc)

Carta a um Barnabé

por Miguel Marujo, em 04.03.05
[ou Idiotas, parte II - um longo comentário deixado no Barnabé]

Eis um verdadeiro democrata, este Nuno! Como deve ter aprendido no futebol que a melhor defesa era o ataque, defende-se - no Barnabé - misturando o que não é misturável, digno do melhor discurso de um padre Serras Pereira ou de um João César das Neves! Eles misturam alhos com bugalhos, o Nuno responde bugalhos com alhos. Paciência. O Nuno escorregou na casca de banana (um humor nojento - e sim, eu não faço humor com um velho doente, chamado Pinochet! Apenas espero que ele seja julgado e condenado pelos crimes!) e atirou-nos à cara com a nossa intolerância. A dele ficou arrumada numa gaveta qualquer...

Sim, o Papa errou várias vezes, Nuno. Mas gostava de saber a tua opinião, quando o mesmo Papa, contra a opinião de sectores conservadores da Igreja, visitou outro velho e doente, Fidel, de seu nome (sim, e eu também não gostei quando alguma gente parodiou/gozou a queda que ele deu há uns tempos!) e o chamou à pedra pela violação dos direitos humanos. Como fez em relação ao Chile, em mais do que um discurso e iniciativas diplomáticas. Como fez em relação a outros territórios (mesmo em Timor, depois de uma visita ambígua, em que parecia deixar para trás os anos de esforço da Igreja timorense, João Paulo II referiu-se por mais de uma vez à necessidade de referendar a autodeterminação e foi uma voz fundamental na condenação dos ataques das milícias pró-indonésias, a seguir ao referendo).

Sim, o Papa erra, quando insiste num discurso moralizador que confunde mais do que ajuda. Escrevi aqui, antes da tua piada reles: «O Papa mistura temas que não se comparam. Eutanásia, aborto, preservativo, por exemplo, lêem-se demasiadas vezes no mesmo parágrafo. Agora, o aborto e o Holocausto surgem no mesmo plano, levantando um coro de protestos. E com razão. Não pelo que se escreve no livro de João Paulo II (lendo bem, não há uma comparação "absoluta" aborto=Holocausto), mas pela forma confusa (intencional?) como se aborda os limites das leis. E, em vez de se reflectir seriamente sobre estes temas, acabamos por estar a discutir o acessório ou a defender e atacar semânticas.»

Lendo melhor, podia adaptar este post ao Nuno do Barnabé: «O Nuno mistura temas que não se comparam. Doença, velhice, poder, miséria, dor e mediatismo, por exemplo, lêem-se demasiadas vezes no mesmo parágrafo. Agora, o Chile de Pinochet e Serras Pereira surgem no mesmo plano. E, em vez de se reflectir seriamente sobre estes temas, acabamos por estar a discutir o acessório ou a defender e atacar semânticas.»

Neste caso, queres sublinhar uma alegada conivência deste Papa com regimes ditatoriais, mas esqueces a importância que ele teve na denúncia do comunismo e das ditaduras do Leste Europeu (ou não eram ditaduras?), mas também na denúncia do capitalismo, de um mercado que só pensava no «ter» e esquecia o «ser» (em 1980, e depois repetiu-o por várias vezes).

Mais: este Papa sempre deu jeito a muitos, que o atacam por causa da moral sexual, quando ele se colocou contra as guerras do Iraque (em 1991 e 2004).

Agora que vais descansar por uns dias, era bom que pudesses voltar, sem espingardar "à Serras Pereira ou César das Neves". Separando os assuntos, e reconhecendo: mandei uma boca infeliz. Quanto ao resto - o discurso com que procuraste justificar o injustificável, é matéria para séria discórdia. E debate. E que é diferente daquela piada. Muito diferente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Estupefacção

por Miguel Marujo, em 03.03.05
Um senhor padre franciscano fez publicar um anúncio em que nega a comunhão a quase todos os católicos. O senhor Nuno Serras Pereira é tão católico como eu, tem tanta legitimidade para abrir a boca como eu. Mas o senhor Nuno Serras Pereira esquece-se que a exclusão é um caminho contrário ao anunciado por Jesus. E que a exclusão é o maior atentado à vida que existe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

[silêncio]

por Miguel Marujo, em 02.03.05
Quando a vida nos escapa, preferimos o silêncio. Este blogue volta dentro de momentos. De outras vidas fala-nos hoje a Terra da Alegria.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Idiotas*

por Miguel Marujo, em 01.03.05
Gosto do Barnabé. Gosto muito do Barnabé - e tenho lá amigos, uns mais do que outros; como tenho outros desconhecidos. Um deles assina-se Nuno Sousa. E assassina o bom gosto, parece-me. Tem lá um texto sobre um homem idoso de 84 anos, que está internado, e que já ingere alimentos por uma palhinha. Espera o Nuno que esse idoso, um homem muito doente, melhore rapidamente para poder "gatinhar sem amparo alheio". O Nuno é um idiota*: não deve ter avós, doentes ou não, deve cultivar o espelho e a figura viril e máscula da eterna juventude, sem maleitas ou deficiências, um mundo nazi de perfeição, em que os velhos gatinharão e isso é uma "excelente notícia"! O Nuno não pensa nada disto, se calhar, mas para achincalhar o Papa (é esse o idoso de que fala) raia o mau gosto e o fascismo do politicamente higiénico. Eu, por mim, tentei dizer-lhe (mas o computador bloqueou o envio do comentário, lá no Barnabé) que espero que ele nunca leve uma traulitada de um carro ou que mergulhe descuidamente num local com uma rocha matreira (tipo Mar Adentro) e fique internado durante algum tempo, a ter de ingerir alimentos por uma palhinha. Nessa altura, esperaremos todos que volte a gatinhar sem amparo! Rezaremos todos ao São Barnabé! Ámen!

[actualizado: o Nuno deve ser novo na blogosfera e, por isso actualizou o seu texto sem o indicar. O que lá estava era isto: "O Papa já bebe sozinho por uma palhinha. Os médicos estão em crer que, a partir de amanhã, poderá começar a gatinhar sem amparo alheio. Aguardamos ansiosos." Depois, resolveu acrescentar um comentário auto-explicativo, onde apenas revela mais algumas ideias "limpinhas": que o Papa morra longe dos nossos olhares, aquele velho! (as palavras são minhas, o tom é o do post). Estou à vontade para escrever o que escrevo aqui. Já defendi a resignação do Papa, como já ataquei aqueles que se incomodam com os velhos cuja "decrepitude e decadência do seu corpo" deve ficar "longe dos olhares do mundo".]

* - idiota: que tem ou denota falta de inteligência ou de bom-senso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Música para se ver

por Miguel Marujo, em 01.03.05

Jennifer Lopez, com novo álbum desde ontem

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 6/6





Seguir

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D


Links

KO! [EM DESTAQUE]

  •  
  • OS QUE LINKAM A...

  •  
  • MUITO CÁ DE TODOS OS DIAS

  •  
  • CÁ DA CASA TUDO PARADO

  •  
  • MUITO CÁ DO PRÉDIO

  •  
  • MUITO CÁ DO BAIRRO

  •  
  • ESPECIALISTAS [CINEMÚSICA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [COMUNICAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [ESCRITA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HISTÓRIA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [FOTOGRAFIA+ILUSTRAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [IGREJA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HUMOR]

  •  
  • ESPECIALISTAS [SABERES]

  •  
  • PARA DESCOBRIR

  •  
  • FORA DOS BLOGUES