Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Março 16, 2005

Referendos de facto

Miguel Marujo

O Bloco desconfia da simultaneidade de um referendo e eleições, pela "complexidade" dos temas. Deve ter sido por isso que o Bloco também não soube trazer para a campanha das legislativas o tema da Europa. Depois, insiste-se que assim é uma maneira de chamar mais gente a votar. Concordo. Ou prefere o Bloco que os referendos não sejam vinculativos, para assim poder reivindicar uma pretensa vitória, apesar de as suas opções serem derrotadas nas urnas? Aliás, como o PP espanhol fez, no referendo à Constituição Europeia. Os extremos tocam-se, de facto.