Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Janeiro 23, 2005

Esta segunda-feira será o pior dia do ano

Miguel Marujo

The silicon chip inside her head

Gets switched to overload.

And nobody's gonna go to school today,

She's going to make them stay at home.

And daddy doesn't understand it,

He always said she was as good as gold.

And he can see no reason

'Cause there are no reasons

What reason do you need to be shown?



Tell me why?

I don't like Mondays.

Tell me why?

I don't like Mondays.

Tell me why?

I don't like Mondays.

I want to shoot

The whole day down.



The telex machine is kept so clean

As it types to a waiting world.

And mother feels so shocked,

Father's world is rocked,

And their thoughts turn to

Their own little girl.

Sweet 16 ain't so peachy keen,

No, it ain't so neat to admit defeat.

They can see no reasons

'Cause there are no reasons

What reason do you need to be shown?



Tell me why?

I don't like Mondays.

Tell me why?

I don't like Mondays.

Tell me why?

I don't like Mondays.

I want to shoot

The whole day down.



All the playing's stopped in the playground now

She wants to play with her toys a while.

And school's out early and soon we'll be learning

And the lesson today is how to die.

And then the bullhorn crackles,

And the captain crackles,

With the problems and the how's and why's.

And he can see no reasons

'Cause there are no reasons

What reason do you need to die?



Tell me why?

I don't like Mondays.

Tell me why?

I don't like Mondays.

Tell me why?

I don't like Mondays.

I want to shoot

The whole day down.



dos Boomtown Rats

Janeiro 23, 2005

Uma águia voou mais alto

Miguel Marujo

A águia do Beira-Mar desancorou-se do símbolo do clube. A do Benfica só voou ao intervalo, sem resultados. A palavra a quem topou tudo, a degustar ovos moles: «[...] temos o futebol ainda na cabeça, os ovos-moles na boca e as mãos teimam em dobrar o lenço que se agita em enxovalho. Mau grado as olheiras pisadas por um qualquer Tanque Silva visando a baliza de Quim e os brindes à moda da Luz, temos por nós que a malapata se deve à pieguice desse malfadado meeting entre o cangalheiro Filipe Vieira e o piegas Dias da Cunha. [...]» [in Almocreve das Petas]

Janeiro 23, 2005

Sócrates, forças e fraquezas

Miguel Marujo

[ou como se pode votar no PS, sem demagogias]



«[...] Numa leitura superficial, o [programa do PS] ontem apresentado parece-me traduzir uma combinação equilibrada de ambição e realismo. Os tempos são de austeridade e seria irresponsável prometer aquilo que o Estado não está em condições de oferecer – expansão dos serviços públicos, abatimentos fiscais para as classes médias, etc. No entanto, fazer do saneamento das finanças públicas uma das prioridades máximas dum futuro governo PS sem referir medidas concretas de combate à evasão fiscal e à "informalidade económica", não deixa de ser decepcionante. Para um Partido comprometido com o ideal da justiça e da coesão social, essa deveria ser uma questão absolutamente prioritária – e muito importante para fidelizar votos que correm o risco de migrar para o Bloco de Esquerda. Enfim, espero que seja apenas uma distracção minha e que em breve tenhamos notícias animadoras sobre esta matéria.



Um apontamento final: a convocação de eleições antecipadas apanhou o PS desprevenido em relação às propostas governativas. De forma injusta, Sócrates viu ser-lhe colada a imagem do político de plástico, vazio de ideias. Injusta, desde logo, porque a sua eleição para secretário-geral teve lugar em Julho e a dissolução da AR foi decretada em Novembro, graças às trapalhadas indecorosas de Santana.
[...]». Pedro Oliveira, in Barnabé.