Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Dezembro 12, 2004

A dúvida

Miguel Marujo

A ver, a ver:



O Santana está fora de questão. Parece aquele tipo do "The Office", mas ainda por cima com ar de mau.



O Portas, bom, o Portas é necessário ser avisado que não é o Mourinho da política.



O Sócrates, valhamesantoantónio. Dá-me a ideia que estou sempre a ouvir o cónego José, em eternas e aborrecidas palestras ecuménicas apenas para os fiéis, com um discurso mais redondo que o Sampaio.



O Louçã, bem, o Louçã é o homem ideal para substituir o Marcelo na TVI. Agora, quanto mais a luta aquece, mais o Bloco aborrece.



Sobra o homem de Pirescouxe! Jerónimo, o metalurgico. Jerónimo, o campeão da malha e do chinquilho. Jerónimo, o do Renault Clio e da casinha branca com barra amarela. Jerónimo, o homem que deu cabo do Cavaco no debate da RTP e ofereceu a vitória a Sampaio. Dirão vós: mas o gajo é sectário, é dos que têm palas nos olhos, é um KGB disfarçado. Pois será isso tudo. Ou não. Mas a verdade é que com este, a gente parece que já sabe as regras do jogo. Com os outros, parece que o tabuleiro de jogo somos nós. Já nem sequer as peças.



Em suma: se o Movimento Reorganizativo do Partido do Proletariado não apresentar ninguém decente, voto CDU. Uma vez terá que ser.

Dezembro 01, 2004

Não sei, não sei...

Miguel Marujo

Fui um critico do governo de Santana Lopes, isto entre larachas e outras criticas construtivas debitadas, em frente a um ou dois (optimismo) fino e amendoins, a colegas no café. E agora não consigo deixar de estar apreensivo com o futuro imediato, que é como quem diz, com as próximas eleições, isto porque não me sai da cabeça: "E votar em quem, Caraças?!?"



É verdade, confesso aqui que alinho por aqueles que dizem que a politica portuguesa actual caracteriza-se por politicos medianos (para não ser mauzinho). Sim acho de facto que "[..]Nem Santana Lopes, nem Sócrates são boas moedas. São as duas faces da mesma moeda má.", embora tenha todas as reservas em relação aos defensores do retorno de "D. Sebastião" Cavaco Silva. Parece-me solução muito rebuscada, de facto, como se lê noutros pontos de opinião, os tempos são outros. Tenho a plena convicção que as boas cabeças deste país continuam, no melhor estilo "Tenho mais que fazer", a alhear-se da vida pública. E continuarão a fazê-lo nestas eleições.



Para já ficamos assim. Como é óbvio voltarei a este assunto. Estas são excelentes alturas para discutir com amigos. Espero ser surprendido pela positiva, até Janeiro/Fevereiro, pelos dirigentes deste país.


Dezembro 01, 2004

Felizes SMS

Miguel Marujo

Em Buenos Aires, as mensagens escritas sucedem-se à catadupa: Sampaio dissolveu o governo. Já näo bastavam as mulheres argentinas, a cidade encantandora, a música que se ouve, a mais bela livraria do (meu) mundo e o flan casero con dulce de leche, como até as SMS nos däo boas notícias! Ya está!

Pág. 5/5