Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Julho 06, 2004

Eu tinha dez anos...

Miguel Marujo

... estava sentado sozinho no sofá da sala. Lembro-me da penumbra em que vi o jogo - talvez estivesse calor e se suportasse melhor assim a tarde. A caderneta de cromos (hoje irremediavelmente perdida) estava quase cheia, apesar dos (tímidos) protestos da minha Mãe e do meu Pai, pelo preço das carteirinhas. E lembro-me de todos eles a saltar das pequenas imagens da caderneta para o campo: Sócrates, Falcão, Éder, Zico, Cerezo, Sérginho, Júnior. Também lá estavam Dino Zoff, Gentile, Conti e... Paolo Rossi. Malvado Rossi!, com aqueles ginganços por entre a defesa... Perdemos 3-2. Foi assim que o senti: a derrota era nossa. Triste derrota. O catenaccio, que eu ainda não conhecia, tinha ganho no Camp Nou.



O Ivan hoje lembra um texto de Carlos Drummond de Andrade sobre essa tarde de 5 de Julho de 1982 em Barcelona. Bela recordação. E depois podemos rever o jogo todo no site da FIFA, num link ali colocado. O Ivan presta um inestimável serviço público na sua praia. Em especial, ao miúdo que tinha dez anos naquela tarde.

Julho 06, 2004

Cada vez menos livres

Miguel Marujo

O metropolitano tem várias coisas boas. Pelo menos, o de Lisboa. Lá em baixo não chegam os telemóveis, e podemos justificar-nos «estava no metro». Mas já se fala num investimento para fazer chegar as operadores àqueles túneis. O metropolitano tinha outra vantagem: ouvia-se música (ainda que muitas vezes xaroposa) e estávamos livres da televisão. Mas agora, pelo menos em Entrecampos, temos dois gigantescos ecrãs a debitar notícias curtas com longos intervalos de publicidade (uma receita com a marca da TVI, disfarçada com o nome de MCO-TV). E, quando chega o comboio salvador, o volume aumenta para se continuar a ouvir a programação. Já nem para debaixo de terra se pode fugir...