Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Maio 12, 2004

Tenho 32 anos

Miguel Marujo

Scarlett Johansson resolveu explicar uma alegada cena de marmelada e sexo, no elevador, com Benicio del Toro, antes da cerimónia dos Óscares. A actriz, de 19 anos, admite abertamente que apenas considera sair com homens nos «seus trinta anos»...

Maio 12, 2004

Operação «Apito Dourado»

Miguel Marujo

O primeiro-ministro, Durão Barroso, adiou para o Outono uma visita oficial ao México, de forma a poder assistir à final da Liga dos Campeões, entre o FC Porto e o Mónaco, que terá lugar no próximo dia 26, na Alemanha. A justificação é que o Governo entende que, a 15 dias do Euro, é preciso estar ao atento ao futebol. As eleições europeias são a 13 de Junho. [in Público]

Maio 11, 2004

«Comments»

Miguel Marujo

Recuperámos o espaço de comentários, agora gerido no próprio Blogger. Os que andavam lá para trás talvez se tenham perdido, talvez não. Mas agora (e, por enquanto, com apresentação em "inglês") já é possível deixar um comentário: basta «comments» em cada texto. Aceitam-se protestos, anúncios, insultos, obscenidades, propostas... sobre o blogue, sobre a nova imagem, o que vos aprouver.

Maio 10, 2004

Sim, somos nós...

Miguel Marujo

Não, não se enganaram. Bateram à porta certa. Mudámos. Não sabemos se mudámos para melhor ou pior. E enquanto não recuperamos os comentários, perdidos algures num caixote das mudanças, podem fazer chegar os vossos protestos à nossa caixa de correio...

Maio 10, 2004

Fomos a banhos...

Miguel Marujo

E quase que nos perdíamos por lá. Mas mais valia ter ficado. Para quê ocuparmo-nos do mundo, quando este é um lugar de coisas feias. Há em Lisboa o Beco do Belo. Podia ser a morada dela, ou a nossa - exilados do mundo. Assim, não tropeçávamos em Guantanamo, Abu Ghraib ou no número de desempregados que cresce nas ruas das nossas cidades. Mas aquele beco, assim fechado, fora do mundo, tornava-nos também mais feios. A cidade vive disto tudo, alimenta-se destes extremos: da mulher bela que é Laetitia, do horror das prisões, do temor dos prisioneiros às mãos dos carcereiros, em Bagdad ou em Havana. O pior é descobrir que há quem queira tornar belo o que é feio, em sustentar o intolerável, em defender as fotos da tortura com exercícios de memória selectiva.

Maio 09, 2004

ISTO É TORTURA!

Miguel Marujo

«In April 2003, the Defense Department approved interrogation techniques for use at the Guantanamo Bay prison that permit reversing the normal sleep patterns of detainees and exposing them to heat, cold and "sensory assault," including loud music and bright lights, according to defense officials.» [in Washington Post]



Não há defesa possível, não há relativismo aceitável: ler - muito a propósito: «Atrocidades e Relativismo», de Ana Sá Lopes.