Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Abril 02, 2004

Para que servem os amigos?

Miguel Marujo

O meu Pai enganou-me. Desde sempre me ensinou que se um amigo nosso faz uma asneira, diz um disparate ou se mete em trabalhos, devemos estar lá para lhe dar a mão, ajudá-lo, mas criticando-o, chamando-o à razão, o que for preciso. Afinal, enganou-me. Ontem à tarde, em mais um debate sobre o terrorismo, o deputado popular Diogo Feyo defendeu que tínhamos de estar sempre ao lado dos nossos aliados, sem perguntar, sem criticar, dizendo ámen a tudo. Toma, pensei. Tantos anos a pensar que o meu Pai tinha razão para vir um senhor na Assembleia dizer-me como é...

Abril 01, 2004

Divas, ninfetas e bloguistas

Miguel Marujo

Já aqui falámos de Scarlett nuínha comm'il faut, ou talvez não, em sondagem que se prolongou por muitos outros blogues (a melhor leitura da matéria acabou por ser feita por uma mulher, claro, e mereceu uma releitura dos Dez Mandamentos), e já aqui fomos ao tapete, nomeando as nossas vencedoras dos Óscares. Com este furor scarlettiano, houve quem aproveitasse para logo defender outras damas. Apesar da Cibertúlia ser (quase) um blogue colectivo ainda não nos metemos em guerra como nos amigos da Quinta Coluna... Ali grassa uma violenta campanha contra e a favor de Nicole Kidman. Não há motivos para tanto, amigos... Há lugar para todas.

Abril 01, 2004

Ensaio sobre a lucidez

Miguel Marujo

Comecei a ler o livro de Saramago, ontem ao fim da tarde, deambulando pela cidade. Parei à sombra da estátua do dr. Sousa Martins. Junto a ela, junto a mim, os mil e um devotos do santo-médico-ateu deixaram placas agradecendo a intercessão daquele homem na sua vida. «Obrigado pela cura do meu filho».

Abril 01, 2004

Um grande dia

Miguel Marujo

O Presidente americano, George W. Bush, vai reconhecer hoje que mentiu na questão das armas de destruição maciça. Bush dirá ainda que se enganou no anúncio do fim da guerra e que devia ter ouvido a ONU antes da invasão.

Pág. 8/8