Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Abril 30, 2004

À flor da pele

Miguel Marujo

Os blogues são instantâneos. Daí o tom do post anterior. A política e a causa pública mereciam outro cuidado. E outros actores, definitivamente. Estarei a querer combater moínhos de vento?

Abril 30, 2004

Sinais contrários

Miguel Marujo

Hoje, o autocarro atrasou-se e falhei o comboio. A hora de entrada arrastou-se. Paciência. Também eu tenho direito a ter desculpas do trânsito... Mas depois de ouvir o nosso primeiro-ministro - e o seu neolacaio Portas - esta manhã gritar (foi assim, ouvi eu) a sua indignação face às denúncias de Louçã de negócios estranhos, como o anunciado com a Carlyle, e que continuou sem explicar no Parlamento (um paralelismo: a mesma indignação de Durão foi ouvida sobre o Citigroup, e veio a revelar-se como verdadeira...), não me preocupei com a política de transportes. O condutor deste automóvel que é o nosso país conduz perigosamente... e as teias do mundo do futebol são brincadeiras de meninos de coro ao pé destas negociatas.

Abril 29, 2004

Todos os dias

Miguel Marujo

Quase todos os dias são assim, para mim: dia individual sem carro. Saio de manhã, pela fresquinha, uma greve da Carris ainda não terminada, desce-se a Alcântara em busca de um alternativo, apanha-se um amarelo fura-greves e, no tempo certo, arriba-se à estação. O comboio não demora mais do que cinco minutos. No fim de um percurso de 17 minutos assoma a estação de Queluz-Massamá, onde se descortina o autocarro suburbano mais directo para o trabalho já de saída. Resta a espera: àquela hora, não é demorada - dois minutos, e toma-se o 106 com destino à «praia». O tempo é de cerejas, mas o calor não. Desce-se na paragem devida e sobe-se uns 100 metros (viesse eu de viatura particular e tinha uma vanette de serviço, para fazer uma distância pouco maior). Está-se na redacção. As televisões não páram de dar conta para o país todo como são tristes as manhãs suburbanas de Lisboa e Porto. «Trânsito lento no IC19, acidente na A2, o garrafão preenchido, a VCI entupida». Bom dia.

Abril 29, 2004

À espera do clamor de indignação

Miguel Marujo

O défice português sem qualquer medida de cosmética do Governo teria sido de 5,3 por cento. Sem medidas extraordinárias, o valor do défice de 2003 é pior do que o de 2002, quando equivaleu a 4,1 por cento do PIB, e de 2001, que não beneficiou de medidas extraordinárias, e foi estabelecido em 4,4 por cento do PIB. A direita não deixará de gritar a sua indignação contra... Guterres, claro.

Abril 29, 2004

O futebol também precisa de humor

Miguel Marujo

«Antes do auto-golo, Rui Jorge esteve muito perto de bater Quim, depois de ter não ter conseguido controlar uma bola que o guarda-redes do Sp. Braga tinha defendido para a frente. Apesar de triste com esses dois lances, o lateral acabou por brincar com a situação. «Falhei a primeira, mas a segunda não perdoei», contou entre sorrisos.

[in MaisEuro2004]

Abril 29, 2004

Eu, pecador, me confesso

Miguel Marujo

Pois... tens razão, Miguel...

Andamos todos um bocadinho relaxados, não é?...

Prometo fazer um esforço para não te deixar a falar sozinho.

E desafio os outros a fazerem o mesmo!

Abril 28, 2004

Política? Não. Publicidade!

Miguel Marujo

Santana não governa Lisboa. Manda os publicitários ou o gabinete de comunicação fazer um anúncio de página inteira, publica-o anonimamente (como hoje no Correio da Manhã, a apelar a uma concentração, «todos em apoio ao presidente da Câmara Municipal de Lisboa eleito, pelo túnel, mais cidade, pela modernidade») ou assina-o para acusar outros e dizer que não é nada com eles (como no JN e no Público, com anúncios a proclamar que o Tribunal lhes deu razão). A cidade é um imenso túnel, sem luz ao fundo.


PS - Depois, vem o Governo (que já tinha falado e defendido uma obra local pelo ministro das Obras Públicas, em directo, ao vento e frio, na SIC) apoiar a obra, pela voz do secretário do Ambiente (como? de quê?).


src=http://pwp.netcabo.pt/0165760801/EUFACO1.JPG>

size=-2>[imagem com a devida vénia aos Galarzas]

Pág. 1/8