Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Fevereiro 23, 2004

A fuga (exercício de memória)

Miguel Marujo

Das leituras soltas deste fim-de-semana, vale a pena lembrar a de Ana Sá Lopes (imprescindível) no Público (sábado).



«[...] Quando o PSD invoca a "fuga" de António Guterres esquece-se do mais mirabolante abandono da vida política dos últimos anos, que foi o de Cavaco Silva: Cavaco Silva inventou um "tabu" que deixou o país suspenso e o partido de mãos atadas; "mandou" elaborar uma moção de estratégia a um congresso; já a moção de estratégia estava pronta, anunciou que não era candidato; já não havia tempo para fazer mais moções; os candidatos que apareceram ficavam (e ficaram) sujeitos à moção de Cavaco Silva; Cavaco manteve-se primeiro-ministro, enquanto Fernando Nogueira, o desgraçado vencedor do congresso, fingia que era líder do PSD. E por aí fora, até à derrota eleitoral do partido. [...]»

[sublinhado nosso]



Acrescento outro dado: Cavaco nos dias anteriores às autárquicas, que levaram à demissão de Guterres, pediu várias vezes que os portugueses dessem uma «vassourada» nos socialistas. Depois, qual virgem pura, acusou o primeiro-ministro de então de «fugir às suas responsabilidades». Os espelhos estão todos partidos lá na travessa do Possolo.

Fevereiro 23, 2004

La veterana

Miguel Marujo

Fevereiro 22, 2004

A dois

Miguel Marujo

Na Dois (ou 2: ou RTP2, para todos os efeitos) falou-se da blogosfera. Não haverá comentários, nem piadas, nem observações de outros blogues & blogueiros. Afinal, passou no «Setenta vezes Sete» (às 9h30!) - e também se perguntou por Deus, aqui, nestes espaços. O Tolentino disse de si, dos seus companheiros, dos blogues (e de Deus, claro) melhor do que nós.

Fevereiro 20, 2004

Vazios

Miguel Marujo

Pacheco Pereira e Miguel Sousa Tavares disseram tudo sobre o vazio de uma possivel candidatura de Santana Lopes a Belém. O que me preocupa mais é o que ele tem feito à cidade onde vivo e o que ele não tem feito para melhorar Lisboa. Pior é (quase) impossível. Mas de política virtual estamos cansados. Como estamos fartos de ouvir Durão (acolitado por Ferreira Leite) a encher a boca com os 2,8 por cento. Guterres afinal tinha razão: o seu défice estava abaixo dos 3 por cento. Bastava fazer engenharia financeira, como fez então e como foi duramente criticado por... Durão & Ferreira.

Fevereiro 20, 2004

ó

Miguel Marujo

Pois: o post anterior devia estar isento de sinais estranhos, mas quis o blogger que ficassem alteradas as palavras com acentos... Por isso, este texto ficou assim: isento de acentos, o que se revela complicado de escrever. Mas, sim, conseguimos - e driblamos os gajos...

[Actualização: este "post" perdeu a validade depois de termos actualizado os textos com os acentos...]

Fevereiro 20, 2004

Protesto

Miguel Marujo

Esperei mais de 24 horas e nada. Nem um e-mail simpático a agradecer a disponibilidade e "sem mais" blá-blá-nos-despedimos-até-à-proxima, mas o senhor afinal não cumpre o critério de ter o cartão do partido. Nada!