Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Ao Zé Manel, e a todos

por Miguel Marujo, em 25.07.03
Obrigado pelas boas vindas.



Ora aqui vai uma propostazinha mais assim pró sério, política, para que a gente se desentenda.



Se o voto, aquele direito e dever cívico, o papelinho dobrado em quatro que vai para a urna, nos pertence a nós - cidadãos - então porque o entregamos quatro ou cinco anos nas mãos dos órgãos de Estado?



Proponho que se legisle no seguinte sentido:



Quando um cidadão quiser pode, junto da Comissão Nacional de Eleições - ou de organismo encarregue de tal - RETIRAR o seu voto. Isto é, pedir o voto de volta. É natural que, como o voto é secreto, nenhum partido sofre.



O que proponho é que quando DOIS TERÇOS dos eleitores votantes tiverem reclamado o seu voto de volta, seja obrigatório na CRP que o Presidente da República dissolva a Assembleia e se obriguem novas eleições.



Numa primeira fase basta que isto funcione para a AR. Depois, ir-se-ia alargando a outros órgãos de Estado.



Oiço vozes: «Que desgraça, os governos caiam todos ao fim de duas semanas, proposta de loucos, este gajo é maluco».



Mas a verdade é que a auto-responsabilização dos políticos teria de ser muito maior. E, convenço-me, o respeito pelos, dos e para com os políticos (e vice-versa para os cidadãos) seria muito maior. Julgo eu de que.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Subsídio de Férias

por Miguel Marujo, em 25.07.03
Olá a todos!

Perante o lancinante apelo do Zé, não podia deixar passar o dia de hoje sem lançar uma posta... ainda por cima, porque hoje é o meu último dia de trabalho antes das duas semanas de férias da praxe.

Por isso mesmo, esta última semana foi de doidos - ser "chefe" também tem os seus inconvenientes! - e não tive tempo de escrever fosse o que fosse para este bolgue. Peço, por isso, desculpa aos meus camaradas de bloguice e aos meus leitores mais fiéis. No entanto, não passou sequer um dia sem que viesse cá ler as postas dos outros.

Ainda que entenda os anseios do Zé (fica prometido que, quando voltar de férias, regressarei ao tema da Globalização!), esse é também um dos serviços públicos prestado por este bolgue: reler os amigos, ver o mundo pelos seus olhos, ser alertado para situações que me haviam passado ao lado, conhecer coisas novas.

Se pudermos ir além disso, como pretende o Zé, contem comigo! Se não pudermos, paciência... contem comigo na mesma.

Entretanto, vão blogando! Eu vou hibernar durante quinze dias, mas prometo voltar cheio de postas e com vontade de ler as que forem sendo colocadas nas brasas!

Boas férias!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Digestão das nêsperas

por Miguel Marujo, em 25.07.03
1. Como o Zé, gosto de nêsperas. E de croquetes, e de postas...



2. Mas acho que há mais do que simples pescadinhas de rabo na boca, nestes dias blogueiros. Há postas que vão para além da espuma dos blogues - basta experimentar e ler alguns dos textos que por aqui se escrevem ou citam. E os dias que se passeiam nesta Cibertúlia são pouco íntimos. Mesmo apontamentos breves de quem observa a Cidade (ver-julgar-agir).



3. Falar de outros blogues é um ponto de partida para discutir este mundo e o outro. Experimenta-se, por exemplo, o Abrupto - e é isso que lá está.



4. «Miacoutar» é, porventura, a mais importante contribuição dos últimos dez anos para o debate da globalização. Nasceu aqui: está na hora de o tornar acção.





PS - O Primo Galarza, como a Tatiana, é um camarada do jornal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nêsperas

por Miguel Marujo, em 24.07.03
Não sei se é do calor que falta.

Mas esta coisa do blog, já me começa a fartar.

Parece uma pescadinha de rabo na boca em que toda a gente fala do vizinho do lado sem dizer muito do que quer que seja.

Parece uma conversa de comadres.

Afinal para que serve a coisa???

Se vamos construir um espaço de reflexão e debate muito bem estou "in".

Mas se isto vai no sentido de ser um diário intimo onde se escrevem umas larachas estou o mais "out" possível.

Efectivamente não há pachorra para andar a saltitar de questão em questão.

Continua a ser aquela velha questão do Ver/Julgar/Agir que os velhos emecês ainda se lembram.

Quando passamos ao Julgar ??? Se é que devemos passar.

Afinal o que se deve ou pode escrever aqui ???

Por questão do espaço que é e das pessoas que o formam não consigo de deixar de encarar a Cibertúlia como um espaço de "Educação para a Mudança".

Se calhar devia ir para os metanojas e não tentar fazer deste espaço uma coisa que não é a sua vocação.

Quando o Diogo começou a escrever sobre Globalização tive esperança.

Neste momento com pouca fé, espero a vossa caridade.



"Estava uma nêspera em cima de uma cama sem fazer nada ..."



Notas:



Bem vindo Primo Galarza não sei quem és mas estou contigo.

Tatiana, Por quem não esqueci.

Miguel desculpa o pessimismo.

Nuno as postas continuam nas brasas ou ficaram esquecidas.

Cadê as gajas !!! (tema recorrente da Cibertúlia)

Autoria e outros dados (tags, etc)

É fazer as contas

por Miguel Marujo, em 24.07.03
Quando um INE incomoda muita gente, muda-se! O Instituto Nacional de Estatística andava a arrefecer os ânimos optimistas do Governo. Hoje, por resolução do conselho de ministros, deixou de ser mais incómodo nas estatísticas. É fazer as contas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Benfica é campeão

por Miguel Marujo, em 24.07.03
Acreditem-me: ao fim de nove anos, o Benfica volta a ganhar o título!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assim de repente...

por Miguel Marujo, em 24.07.03
... lembrei-me de uma coisa importantissima:

A vida é como uma corda, de tristeza e alegria, que saltamos a correr, pé em baixo, pé em cima, até morrer.

Não convém nem esticá-la nem que fique muito solta.

Bamba é a conta certa, como dança de ida e volta que mantém a via aberta.

Se saltares muito alto não tenhas medo de cair, de ficar infeliz.

Feliz a cem por cento só mesmo um pateta feliz.



Se calhar é por estar a passar na rádio... Ou pensavam que tinha sido eu a inventar? Não pá! É uma canção dos Clã. Vocês são mesmo ingénuos... Havia de ser o bom e o bonito agora dar-me para a poesia...



Mas se por qualquer motivo te sentes infeliz...

28 Razões porque é maravilhoso ser homem.

1. As conversas duram 30 segundos.

2. Sabes coisas sobre carros e tanques.

3. Nos filmes, os nus são quase sempre femininos.

4. As férias de 5 dias requerem apenas 1 mala.

5. As filas para a casa-de-banho são 80% mais curtas.

6. Os teus velhos amigos não se importam se emagreceste ou engordaste.

7. O teu cu não é um factor decisivo em entrevistas de trabalho.

8. Todos os teus orgamos são verdadeiros.

9. Dão-te mais valor pelo mais pequeno acto de inteligência.

10. Podes tomar banho e vestir-te em 10 minutos.

11. Se alguém se esquecer de te convidar para alguma coisa, ainda pode ser teu/tua amigo(a).

12. A tua roupa interior custa 5€ um pack de três.

13. Nenhum dos teus colegas de trabalho tem a capacidade de te fazer chorar.

14. Se tens 34 anos e és solteiro ninguém se importa.

15. Podes ser presidente.

16. As flores resolvem tudo.

17. Podes vestir uma camisa branca para ir a um sitio com muita água que salpique.

18. Podes despir a camisola quando faz calor.

19. Os mecânicos não te mentem.

20. Não te importas se ninguém repara no teu novo corte de cabelo.

21. Podes ver televisão com um amigo, em silêncio, durante horas, sem pensar: deve estar chateado comigo.

22. Há sempre um jogo na televisão.

23. As pessoas não deitam olhadelas ao teu peito quando estás a falar.

24. Podes ir visitar um amigo sem teres de lhe levar um presente.

25. Podes comprar preservativos sem que o empregado da loja te imagine todo nu.

26. Se alguém aparece numa festa com a mesma roupa que tu, podem ser amigos.

27. Só porque não gostas de uma pessoa não significa que não gostes de ter bom sexo com ela.

28. Com 400 milhões de espermatozóides de cada vez, podes duplicar a população da terra. Pelo menos teoricamente.



Digo eu...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um blogue inteligente.

por Miguel Marujo, em 24.07.03
É mais um blogue. Bom, útil. Verdadeiro serviço público, pelo menos para mim. É o Médico Explica Medicina a Intelectuais, que se propõe a ajudar os jornalistas e os outros interessados: «São tantos os dislates que se ouvem e lêem, por vezes inconscientes, que decidi esclarecer quem me procurar, para que os jornalistas (e outros intelectuais!) sejam o veículo para os 'media' não fomentarem a iliteracia científica.»



Eu - que tenho uma médica lá em casa, que às vezes se passa com a iliteracia científica dos jornais e jornalistas -, terei aqui um porto de abrigo para conselhos ou explicações. Mas (há sempre um mas) também ajudava, por vezes, que os médicos se soubessem explicar aos "intelectuais", para estes escreverem correctamente e de forma inteligível! [Quem fala dos médicos, pode acrescentar outros sectores da sociedade que se queixam da comunicação social - com razão, em muitos casos!]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Postas

por Miguel Marujo, em 24.07.03
1. Vote-se ou não no Bloco, goste-se ou não das suas teses fracturantes, percebo Ivan Nunes a votar contra: aquilo não é um edifício muito saudável na sua "composição", é mais um albergue espanhol que - hélas! - resultou no regresso da UDP ao Parlamento.



2.Mais uma nota deliciosa sobre a irritação do presidente da câmara de Faro, por causa dos excessos policiais sobre os seus "motards" [ver "post" de ontem]: foi esse mesmo senhor que, no ano passado, perante os «excessos» dos "motards" exigiu maior rigor da PSP!



3.Há um blogue muito interessante na análise que faz à comunicação social portuguesa: Guerra e Pás, do jornalista Pedro Boucherie Mendes (e que se apresenta como o «Alverca do Abrupto»: «Sempre que o Abrupto me cita, as visitas aqui ao blog disparam, o que me faz sentir um pouco o Alverca do Abrupto, uma espécie de blog satélite»).



Acho que há ali muitos fios interessantes para desenrolar este novelo da comunicação social (para quando a análise aos jornais on-line?). Fazem falta espaços assim na própria imprensa (tirando a excepção tímida dos provedores do leitor e uma outra crónica mais académica).



Pelo meio, surpreendendo-nos, há pequenos momentos do quotidiano de P., como se assina ali. Arrepia ler o "post # 108" - «EU NÃO QUERIA IR PARA O CÉU» (procurem! já!). E há outro "post" que subscrevo na íntegra, por que me encontrei nessa situação ao ler este mesmo sítio:

«Um e-mail do velho amigo Groucho Marx acaba assim

andar a ler o teu blog levanta-me um problema - e se tu és um gajo até conhecido de quem eu não gosto nada? como é que eu ia ficar com a minha consciencia??

um abraço,

sossegando-o, dizendo-lhe que não sou famoso nem conhecido, pelo que é (quase) impossível que goste ou não de mim, acrescento que é este o ponto chave dos blogs.

A saber a possibilidade de gostarmos até dos que julgamos não gostar. Tolerância, portanto.
»

Autoria e outros dados (tags, etc)

Harry Potter

por Miguel Marujo, em 24.07.03
Não sendo de intrigas, já repararam nas semelhanças de Souto Moura com o pequeno feiticeiro?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quem foi Ivan Nunes?

por Miguel Marujo, em 23.07.03
Foi o único que votou contra a edificação do Bloco de Esquerda, numa famosa reunião na Barraca.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vou à praia

por Miguel Marujo, em 23.07.03
Agora, todos os dias vou à praia. É agradável para quem está a trabalhar, estimula-nos o pensamento e faz-nos voltar num tom deliciosamente narcísico a outras lutas. Falo do blogue de Ivan Nunes (o da Política XXI, lembram-se?).

Ivan viaja pelas suas memórias e conta-nos histórias como a do «Intendente», um jornal do seu tempo no Pedro Nunes. Alguns dos cibertúlicos poderão ter ouvido estas histórias ao Miguel Fontes. Eu também me lembro do «Intendente» por causa do Miguel. Tenho de procurar nos meus papéis lá em casa a edição em que foi entrevistado o Miguel Sousa Tavares... «Quero ir à guerra», era o título.

Agora, depois de o ter descoberto - ao Ivan, claro - volto todos os dias a esta praia. Dêem um mergulho!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Estes senhores que nos governam

por Miguel Marujo, em 23.07.03
Do Público de hoje, retiro este lamento do Presidente da Câmara Municipal de Faro, José Vitorino:



«O presidente da Câmara de Faro, José Vitorino, mostrou-se ontem "revoltado" com a actuação das forças policiais durante os três dias da concentração internacional de "motards", que considera ter prejudicado a imagem da cidade. "Estou triste e revoltado com a conduta excessiva das forças policiais, que causou muitos incómodos aos 'motards' e beliscou a imagem nacional e internacional de Faro e da região", disse o autarca, em conferência de imprensa.



Em causa está o alegado excesso de zelo da PSP e da Brigada de Trânsito da GNR, que, entre sexta-feira e domingo, multaram centenas de motociclistas e efectuaram inúmeras operações stop à entrada da cidade e na estrada de acesso ao local da concentração, prejudicando o trânsito."Fomos apanhados desprevenidos, quase apunhalados pelas costas pelo aparato das intervenções. O que se passou não podia ter acontecido e não se pode repetir", afirmou José Vitorino. O autarca social-democrata diz que é urgente "apurar responsabilidades e saber quem deu ordens diferentes do habitual". E garantiu que "custe o que custar, isto não vai acontecer na próxima concentração, em 2004".»



O senhor que manda em Faro é do mesmo partido da maioria governamental que nos governa. Hoje foi lançado um plano de segurança rodoviária, patrocinado por esse Governo. A cidade de Faro ficará excluída, que é para os estranjas experimentarem as maravilhas de um verdadeiro país do terceiro mundo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Óleos beatos

por Miguel Marujo, em 23.07.03
Um folheto que recebi à porta da estação de comboios...



«Mudança de Óleo mais barata é na Precision». Atente-se nos locais das oficinas: «junto à Fonte Luminosa», «junto à Maternidade», «junto ao Cemitério», «na zona industrial» e «junto à Estação Velha». Há outra precision a fazer: o óleo a mudar é «mineral»! Bebe-se?



Autoria e outros dados (tags, etc)

Beatices, uma resposta

por Miguel Marujo, em 23.07.03
Diz Marujo:



«A avaliar pela quantidade de beatas nas ruas, os fumadores desconhecem os pequenos apliques de metal que servem para apagar os cigarros nos caixotes de lixo».



Concordo.



As beatas devem estar no seu local apropriado.

Assim, a partir de agora, deveremos passar a chamar «Capela» aos cinzeiros.

Autoria e outros dados (tags, etc)





Seguir

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D


Links

KO! [EM DESTAQUE]

  •  
  • OS QUE LINKAM A...

  •  
  • MUITO CÁ DE TODOS OS DIAS

  •  
  • CÁ DA CASA TUDO PARADO

  •  
  • MUITO CÁ DO PRÉDIO

  •  
  • MUITO CÁ DO BAIRRO

  •  
  • ESPECIALISTAS [CINEMÚSICA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [COMUNICAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [ESCRITA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HISTÓRIA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [FOTOGRAFIA+ILUSTRAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [IGREJA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HUMOR]

  •  
  • ESPECIALISTAS [SABERES]

  •  
  • PARA DESCOBRIR

  •  
  • FORA DOS BLOGUES