Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Outubro 27, 2013

Abraçar, andar

Miguel Marujo



«O que é um abraço? (...) É uma hipótese de equilíbrio que a hospitalidade dos corpos é chamada a inventar. (...) Se calhar, a primeira forma do abraço é só um agarrar-se para não cair. Porém, pouco a pouco, num processo paciente onde os corpos fazem a aprendizagem de si (e do amor), o abraço deixa de ser uma coisa que tu me dás ou que eu te dou e surge como um lugar novo, um lugar que ainda não existia no mundo e que juntos encontramos.» José Tolentino Mendonça, ontem, no Expresso [foto MM, out/13, espaço BES Arte & Finança]