Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Julho 19, 2011

Cristo entraria na Católica?

Miguel Marujo

António Marujo (Público, 19.7.2011)

 

«Seria um homem andrajoso, vestido com uma túnica, usada, suja e cheia de pó, de quem andava muito a pé pela Galileia, barba e cabelos desalinhados. Doze séculos depois, outro homem, um saco de serapilheira castanha escura, toscamente cozida, vagueava pelas terras da Úmbria italiana, falando sobre a importância do despojamento. Seriam assim Jesus Cristo e Francisco de Assis (a túnica usada pelo Poverello pode ser vista, aliás, em Assis).

Mais recentemente, outros tinham a mesma atitude: o Abbé Pierre, que morreu em 2007, usava vestes pobres, mas mesmo assim foi exemplo para muitos. Algum deles poderia ser professor ou aluno da Universidade Católica? Sem vestuário “digno e conveniente”, talvez tivessem que ficar à porta.

Uma universidade não é uma praia, claro. Por isso usamos roupa diferente em diferentes situações. Trata-se de bom senso. Mas nunca entendi a ditadura segundo a qual um homem só está bem vestido com fato e gravata (as mulheres têm mais liberdade), nem os Estados que querem impor códigos de vestuário — sejam os talibãs afegãos ou a laica França.

Espera-se, assim, que prevaleça a “chamada de atenção” referida pelo reitor. Mas há uma ideia perversa: a de que cada um vigiará a “salvaguarda do ambiente e da imagem” da UCP, “devendo chamar a atenção dos que se apresentarem de maneira imprópria”. O gosto pessoal dita a regra do alheio? Quem diz o que é “impróprio”?

O Conselho Académico de uma universidade católica poderia concentrar-se, por exemplo, na importância de criar alternativas à ditadura financeira dominante. E em que nela se ensinassem mais valores de acordo, por exemplo, com os apelos do Papa à “refundação do sistema financeiro” e menos com a formação de elites que reproduzem o desejo de lucro dos “mercados”.»

2 comentários

  • Imagem de perfil

    povorelo

    20.07.11

    Oh Edu, o teu bote assim manda-te ao fundo, se esses são os valores que andas a assimilar... considerar que Cristo e Francisco se perderam nas calendas é confirmar que a herança VIVA da UCP assenta mais no "quem não é por nós...é contra nós"...e quem não gostar que se mude...!!!!
    Muito bonito, sim senhor!... ecuménico, conciliador, inspirando RESPEITO e COMPAIXÃO, apelando á EDUCAÇÃO INTEGRAL, em CONSCIÊNCIA, com regras aceites e fundadas na mesma, e na FÉ da importância dos valores que a UCP promove ( não por decreto ou determinação!!!) ....
    Uma verdadeira pérola , as afirmações do Edu ... reveladora do nível de aceitação que decerto a UCP quer promover.....!!!???
    Talvez para fazer esquecer como contribuiu para alimentar intelectualmente a mentalidade de algumas gerações dos nossos gestores ( felizmente com honrosas excepções) profundamente comprometidos com as teses que estão a levar o mundo à bancarrota ( em vez de refundar ÉTICAMENTE a formação financeira das suas Escolas)....
    Há sempre maneira de fazer esquecer estas grandes questões ...desviando-nos e...dando atenção, às saias ou ao decote das alunas...ou às chinelas de praia e aos calções, como se essas não fossem excepções ocasionais, sanáveis no momento e minimizadas pela inadequação... aproveitando para fazer PEDAGOGIA de SALVAÇÃO como é vocação de uma Universidade CATÓLICA!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.