Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Perguntas para bingo

por Miguel Marujo, em 29.09.10

 

O Governo anunciou cortes nos salários da função pública. Uma vergonha vinda de um governo socialista (como a de Zapatero, ou a do governo grego). Sim, já sei que a direita há muito que o pedia e que os "economistas" do costume nos dirão que tem de ser. Mas o que teria de ser era acabar com a pouca vergonha de desmandos na administração pública:

- quer o Governo acabar com as mordomias dos gabinetes políticos?

- quer o Governo retirar carros a administradores e directores de empresas públicas (eles têm os seus, certo?, podem ir para o trabalho nos seus, como todos os portugueses, certo?)?

- quer o Governo taxar os bancos como cobra às outras empresas e taxar as mais-valias em 23 por cento (tendo como referência o IVA)?

- quer o Governo acabar com salários obscenos nas empresas (que envergonhadamente dizem não ser) estatais, como a EDP, PT e Galp, por exemplo?,

- quer o Estado, através das câmaras municipais, acabar com as empresas municipais, que têm mais de dois mil administradores?

- quer o Governo anunciar uma redução dos salários dos seus membros em 35 por cento e estabelecer mais reduções no caso de falharem os objectivos?

- quer o Governo explicar porque todas as medidas draconianas anunciadas desde 2002, para reduzir o défice, resultaram em nada?

- quer o Governo (e o CDS-PP) explicar porque pagamos milhões em submarinos?

- quer o Governo dizer-nos se, depois disto tudo, se acaba de vez o garrote em que vivemos, ou vamos continuar a ouvir Teixeira dos Santos, Sócrates (e Passos) voltarem a anunciar mais medidas para cobrar aos portugueses?

Autoria e outros dados (tags, etc)


102 comentários

Sem imagem de perfil

De CC a 30.09.2010 às 11:56

Olá, Miguel.
Então já não gostas do "socialismo moderno"? :)
Imagem de perfil

De Miguel Marujo a 30.09.2010 às 12:24

oh CC, nunca criticaste a Igreja? deixaste de gostar dela por causa dessas críticas? :P
Sem imagem de perfil

De xana a 30.09.2010 às 13:43

Eu concordo com o Miguel, já vimos que todos sabem onde se poderia corta e muito a despesa do estado ...mas ninguém faz nada, claro ,até porque isso implica tirar o "poleiro " a MUITOS DA DIREITA DA ESQUERDA ENFIM... QUANTAS REFORMAS TEM O CAVACO E O SOARES??

ATÉ ONDE ISTO VAI?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.09.2010 às 13:53

É tudo conversa da treta, quem paga sempre é o ZÈ POVINHO. Se os direngentes cortassem com os telemóveis,gasolina, carros do estado, fora almoços de representação. e outras .............era um rol que não acabava,enfim, mas o Português tem o que merece. Tem que ser tudo como a Europa manda, só os nossos oerdenados é que não são como os Europeus.........
Qualquer dia há reviravolta Mundial, porque o Mundo não pode continuar nesta miséria. Temos que voltar à estaca zero...........
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.09.2010 às 14:12

Não para, em 2011 há mais 1 submarino para pagar, as contrapartidas das obras que se iriam realizar mas já não se realizam, temos que pagar as reformas milionárias da PT que passaram para o estado, juros da divida externa que nunca mais acaba, etc...
Como vê vai trabalhar para a divida.
Sem imagem de perfil

De Nelson a 30.09.2010 às 21:56

Parabéns pelo o teu blog,admiro Homens e Mulheres corajosos/as.
Sem imagem de perfil

De Zeca Diabo a 02.10.2010 às 01:25

RTP

Judite de Sousa (14.720 euros),
José Alberto de Carvalho (15.999euros) e
José Rodrigues dos Santos (14.644 euros), o dobro do que recebe o primeiro-ministro José Sócrates e muito mais que o Presidenteda República.
José Alberto Carvalho tem como vencimento ilíquido e sem contar com as ajudas de custos a quantia de 15.999 euros por mês, como director de informação.
A directora-adjunta. Judite de Sousa, 14.720 euros.
José Rodrigues dos Santos recebe como pivôt 14.644 euros por mês.
O director-adjunto do Porto, Carlos Daniel aufere 10.188 euros brutos, remunerações estas que não contemplam ajudas de custos, viaturas Audi de serviço e mais o cartão de combustíveis Frota Galp.
De salientar que o Presidente da República recebe mensalmente o salário ilíquido de 10.381 euros
e o primeiro-ministro José Sócrates recebe 7.786 euros

Outros escândalos:-

Director de Programas, José Fragoso: 12.836 euros-
Directora de Produção, Maria José Nunes: 10.594-
Pivôt João Adelino Faria: 9.736-
Director Financeiro, Teixeira de Bastos: 8.500-
Director de Compras, Pedro Reis: 5.200-
Director do Gabinete Institucional (?), Afonso Rato: 4.000-
Paulo Dentinho, jornalista: 5.330-
Rosa Veloso, jornalista: 3.984-
Ana Gaivotas, relações públicas: 3.984-
Rui Lagartinho, repórter: 2.530-
Rui Lopes da Silva, jornalista: 1900-
Isabel Damásio, jornalista: 2.450-
Patrícia Galo, jornalista: 2.846-
Maria João Gama, RTP Memória: 2.350-
Ana Fischer, ex-directora do pessoal: 5.800-
Margarida Neves de Sousa, jornalista: 2.393-
Helder Conduto, jornalista: 4.000-
Ana Ribeiro, jornalista: 2.950-
Marisa Garrido, directora de pessoal: 7.300-
Jacinto Godinho, jornalista: 4.100-
Patrícia Lucas, jornalista: 2.100-
Anabela Saint-Maurice: 2.800-
Jaime Fernandes, assessor da direcção: 6.162-
João Tomé de Carvalho, pivôt: 3.550-
António Simas, director de meios: 6.200-
Alexandre Simas, jornalista nos Açores: 4.800-
António Esteves Martins, jornalista em Bruxelas: 2.986 (sem ajudas)-
Margarida Metelo, jornalista: 3.200

ISTO É UM ESCÂNDALO!!!
E isto==== ?? Não entra nos planos de moralização e austeriade pq??
Pq o Governo não quer perder os favores da RTP::::OBVIAMENTE!!!!
Sem imagem de perfil

De zé marques a 30.09.2010 às 13:51

Falta também saber se quer extinguir outras instituções estatais que servem para nada?
E se quer reduzir o monstro da Tap? Sempre deu prejuízo.
E se quer vender os estádios de futebol.?
E se quer cá um Mundial?
E se quer por a trabalhar quem nada faz?
E...etc.

Iremos continuar na mesma, enquanto não houver modificações na sociedade, nas estruturas e na mentalidade.

Bem Haja para ti, Miguel.

Zé Marques



Sem imagem de perfil

De José Rui Almeida a 30.09.2010 às 14:12

Entendo que em termos de equilíbrio das Finanças Públicas é mais fácil, e parece ser mais conveniente, aumentar as receitas por via dos impostos. Mas essa facilidade e ou conveniência não é sustentável porque com essas medidas imediatas pois está-se, a prazo, a contribuir para a ineficiência da economia. É muito importante não esquecer a falta de eficiência do poder político e da administração pública central e local. Há várias sobreposições no exercício do poder politico e da administração pública. Para um mesmo domínio de interesse público há um poder local (duplicado) e um poder central directo e ou descentralizado, e também existe um poder da União Europeia. Depois de várias repetições do exercício das mesmas funções de interesse público, há conflitos que provocam ineficiência e muitas das vezes, leva à ineficácia. No exercício destes poderes há várias pessoas que lhe estão afectas (funcionários públicos e políticos) que não ocupação bem definida e útil para o desenvolvimento das actividades de serviço público. Com isto, pretende-se dizer que há muita gente (algumas pagas muito acima da média) que trabalham para tarefas repetidas e outras sem utilidade.
A acrescer a isto, há serviços de interesse público desenvolvidos por privados, onde os mesmos estão repetidos em relação à Administração Pública (também local). Em conclusão, estamos num país do faz de conta, há uma realidade virtual que se torna difícil reduzir. Há um sem número de interesses individuais que se torna quase impossível alterar.
As medidas que tomaram só funcionarão no curto prazo. O modelo de Estado e sua Administração para o chamado "interesse público" continua a necessitar crescentemente de financiamento. A economia interna não tem capacidade de gerar receita para as necessidades crescentes do Estado (como o temos organizado). PARA FINALIZAR, A CORROSÃO (RECEITA POR IMPOSTOS) SÓ VAI ATÉ AO LIMITE DO FERRO (ECONOMIA). NÃO ESQUECER QUE O FERRO ESTÁ QUASE NO FIM.
Sem imagem de perfil

De Fulano a 30.09.2010 às 19:39

Você é um chato desmancha prazeres! Sustentabilidade, curto prazo, interesse público, desenvolvimento das actividades de serviço público ?!? O quéquisso interessa? O importante é encher o papo o mais possível e ir viver para Nova Iorque e andar o mais perto possível dos grandes do mundo, pelo menos pisar o mesmo chão e respirar o mesmo ar e de preferência ser confundido como sendo um deles em eventos sociais. Ao almoço bacalhau ao jantar caviar.
Sem imagem de perfil

De José Nogueira a 30.09.2010 às 18:25

Então já estão fartos dele????desse asno da foto???
Não se iludam porque ele ontem veio anunciar o que vai fazer ao povão porque,para o grupo dele e mais a cambada da assembleia ficam a ganhar o mesmo ou eles já não têm carros do estado????e os cartões de credito????e os ordenados de 20.000€??????
Até nos confins de africa se falava disto que esta besta andava a fazer só mesmo ele e a corja do grupo dele é que não viam.
Sinto uma tristeza enorme de fazer parte deste país de ladrões,corruptos .
Sem imagem de perfil

De j.c a 30.09.2010 às 18:58

ISTO É UM PAÍS GOVERNADO POR UM BANDO... NA REALIDADE EXISTE MUITA COISA PARA REDUZIR A DESPESA PÚBLICA, MAS É MAIS FACIL TIRAR AO PEQUENO E A QUEM TRABALHA... PARA DÁR AOS CIGANOS PORTUGUESES E ROMENOS, ESTES RECEBEM MAIS QUE O PORTUGUÊS TRABALHANDO UMA VIDA... E ACABAR COM AS DITAS FUNDAÇÕES E FAZER FUNDIÇÕES E METER ESTA CAMBADA LÁ DENTRO. TENHO DITO.

Comentar post





Seguir

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D


Links

KO! [EM DESTAQUE]

  •  
  • OS QUE LINKAM A...

  •  
  • MUITO CÁ DE TODOS OS DIAS

  •  
  • CÁ DA CASA TUDO PARADO

  •  
  • MUITO CÁ DO PRÉDIO

  •  
  • MUITO CÁ DO BAIRRO

  •  
  • ESPECIALISTAS [CINEMÚSICA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [COMUNICAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [ESCRITA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HISTÓRIA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [FOTOGRAFIA+ILUSTRAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [IGREJA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HUMOR]

  •  
  • ESPECIALISTAS [SABERES]

  •  
  • PARA DESCOBRIR

  •  
  • FORA DOS BLOGUES