Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Setembro 29, 2010

Perguntas para bingo

Miguel Marujo

 

O Governo anunciou cortes nos salários da função pública. Uma vergonha vinda de um governo socialista (como a de Zapatero, ou a do governo grego). Sim, já sei que a direita há muito que o pedia e que os "economistas" do costume nos dirão que tem de ser. Mas o que teria de ser era acabar com a pouca vergonha de desmandos na administração pública:

- quer o Governo acabar com as mordomias dos gabinetes políticos?

- quer o Governo retirar carros a administradores e directores de empresas públicas (eles têm os seus, certo?, podem ir para o trabalho nos seus, como todos os portugueses, certo?)?

- quer o Governo taxar os bancos como cobra às outras empresas e taxar as mais-valias em 23 por cento (tendo como referência o IVA)?

- quer o Governo acabar com salários obscenos nas empresas (que envergonhadamente dizem não ser) estatais, como a EDP, PT e Galp, por exemplo?,

- quer o Estado, através das câmaras municipais, acabar com as empresas municipais, que têm mais de dois mil administradores?

- quer o Governo anunciar uma redução dos salários dos seus membros em 35 por cento e estabelecer mais reduções no caso de falharem os objectivos?

- quer o Governo explicar porque todas as medidas draconianas anunciadas desde 2002, para reduzir o défice, resultaram em nada?

- quer o Governo (e o CDS-PP) explicar porque pagamos milhões em submarinos?

- quer o Governo dizer-nos se, depois disto tudo, se acaba de vez o garrote em que vivemos, ou vamos continuar a ouvir Teixeira dos Santos, Sócrates (e Passos) voltarem a anunciar mais medidas para cobrar aos portugueses?

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Miguel Marujo

    30.09.10

    oh CC, nunca criticaste a Igreja? deixaste de gostar dela por causa dessas críticas? :P
  • Sem imagem de perfil

    Zeca Diabo

    02.10.10

    RTP

    Judite de Sousa (14.720 euros),
    José Alberto de Carvalho (15.999euros) e
    José Rodrigues dos Santos (14.644 euros), o dobro do que recebe o primeiro-ministro José Sócrates e muito mais que o Presidenteda República.
    José Alberto Carvalho tem como vencimento ilíquido e sem contar com as ajudas de custos a quantia de 15.999 euros por mês, como director de informação.
    A directora-adjunta. Judite de Sousa, 14.720 euros.
    José Rodrigues dos Santos recebe como pivôt 14.644 euros por mês.
    O director-adjunto do Porto, Carlos Daniel aufere 10.188 euros brutos, remunerações estas que não contemplam ajudas de custos, viaturas Audi de serviço e mais o cartão de combustíveis Frota Galp.
    De salientar que o Presidente da República recebe mensalmente o salário ilíquido de 10.381 euros
    e o primeiro-ministro José Sócrates recebe 7.786 euros

    Outros escândalos:-

    Director de Programas, José Fragoso: 12.836 euros-
    Directora de Produção, Maria José Nunes: 10.594-
    Pivôt João Adelino Faria: 9.736-
    Director Financeiro, Teixeira de Bastos: 8.500-
    Director de Compras, Pedro Reis: 5.200-
    Director do Gabinete Institucional (?), Afonso Rato: 4.000-
    Paulo Dentinho, jornalista: 5.330-
    Rosa Veloso, jornalista: 3.984-
    Ana Gaivotas, relações públicas: 3.984-
    Rui Lagartinho, repórter: 2.530-
    Rui Lopes da Silva, jornalista: 1900-
    Isabel Damásio, jornalista: 2.450-
    Patrícia Galo, jornalista: 2.846-
    Maria João Gama, RTP Memória: 2.350-
    Ana Fischer, ex-directora do pessoal: 5.800-
    Margarida Neves de Sousa, jornalista: 2.393-
    Helder Conduto, jornalista: 4.000-
    Ana Ribeiro, jornalista: 2.950-
    Marisa Garrido, directora de pessoal: 7.300-
    Jacinto Godinho, jornalista: 4.100-
    Patrícia Lucas, jornalista: 2.100-
    Anabela Saint-Maurice: 2.800-
    Jaime Fernandes, assessor da direcção: 6.162-
    João Tomé de Carvalho, pivôt: 3.550-
    António Simas, director de meios: 6.200-
    Alexandre Simas, jornalista nos Açores: 4.800-
    António Esteves Martins, jornalista em Bruxelas: 2.986 (sem ajudas)-
    Margarida Metelo, jornalista: 3.200

    ISTO É UM ESCÂNDALO!!!
    E isto==== ?? Não entra nos planos de moralização e austeriade pq??
    Pq o Governo não quer perder os favores da RTP::::OBVIAMENTE!!!!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.