Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Francisco Lopes

por Miguel Marujo, em 24.08.10

É mais um homem a candidatar-se a Belém. País este que só imagina mulheres no caminho da Presidência. País este onde um partido insiste em confundir eleições presidenciais com campanhas partidárias. País este onde um serviçal é candidato. País assim: não há lugar para se ser diferente. Nem pela mão do PCP.

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Vítor Dias a 24.08.2010 às 18:41


Confesso que a última coisa que podia esperar de si, Miguel Marujo, é tratar o Francisco Lopes (e também, reflexamente, tratar 29 anos da minha vida) como «um serviçal».
Atitude nada «católica» haverá que reconhecer.
Imagem de perfil

De Miguel Marujo a 24.08.2010 às 19:25

Caro Vítor Dias, faz-me alguma confusão que a minha qualidade de católico diminua qualquer observação política. Nem estou a retratar a sua vida, estou a retratar aquilo que é o olhar de alguém que não se identifica com o PCP mas reconhece o seu lugar na democracia portuguesa. Por isso, esperava mais de um candidato do PCP (aliás, não esperava um candidato partidário a uma eleição suprapartidária, mas já que o PCP insiste, esperava mais desse candidato). E serviçal, lamento, não tem a carga que lhe quer dar.
No Priberam, lê-se:
«serviçal, adj. 2 gén.
1. Relativo a servos ou criados.
2. Prestadio.
3. Obsequiador.
s. 2 gén.
4. Criada ou criado.»
Prestadio e obsequiador, no sentido de alguém que se presta a um serviço, prestável, que é útil, proveitoso. Isto meu caro não é ser-se insultuoso para ninguém. Mas é criticar quem tem um trabalho pouco notoório fora do aparelho. E isto é um facto.
Sem imagem de perfil

De vítor dias a 24.08.2010 às 20:46


Desta vez, a ultima coisa que esperava de si era a habilidade de ir ao dicionário, seleccionar um significado e esquecer os outros ( e o sentido corrente
que a opinião pública lhes dá) e concluir naturalmente que chamar «serviçal» a Francisco Lopes não ofende nada. Assim, sendo, se não se importar, ainda hei-de arranjar maneira de escrever que você no «Público» é «serviçal».

Desculpe mas a sua resposta parece aprendida naquela triste tradição que havia ou há nos jornais de, em Nota e redacção a uma carta de leitor, o jornal ou o jornalista ficarem sempre por cima.

E depois, caro blogger, vamos a isto: ser há decadas funcionário e dirigente do PCP (como eu também fui) é alguma «capitis diminutio» ?

Qual é a radical diferença entre ter sido isso ou ter sido deputado como Manuel Alegre e outros ?

Os que somos ou fomos dirigentes partidários somos uns bichos estranhos apesar de assegurarmos o núcleo de orientações e reflexões de que beneficiam os próprios deputados ?

A direcção de partidos deverá ser antes uma coisa para amadores e biscateiros ocasionais ?

O aparelho de Estado é uma coisa magnifica, inocente e purificadora mas já o famigerado «aparelho» dos partidos é uma coisa viciosa e detestável ?
Imagem de perfil

De Miguel Marujo a 24.08.2010 às 20:56

Caro Vítor,

o dicionário não foi usado por mim como táctica; apenas lhe quis explicar o que quis dizer com o serviçal. Se me fico só por aquela definição e esqueço as outras? Sim. Porque é aquela que quero usar, de facto.

Mais: quem diminuiu quem? O Vítor, ao dizer-me que é uma "Atitude nada «católica» haverá que reconhecer." Como se ao católico fosse negado um qualquer direito à crítica mais violenta, que nem era o caso. Lamento: gosto de expulsar vendilhões do templo, sempre que me apetece. Mas reafirmo: não foi o caso.

Mas noto um equívoco - para não usar expressão pouco católico - grave no seu ataque: o meu nome é Miguel Marujo, e não António Marujo, jornalista do Público, e que é tudo menos serviçal, como o Vítor há-de querer apontar, em relação à Igreja Católica. Mais: se devolvo o serviçal é a si, no uso de uma crítica não fundamentada, ao criticar quem não é para aqui chamado. Por acaso, é meu irmão. Mas eu e ele pensamos e trabalhamos cada um com a sua cabeça. E sem servilismos.
Sem imagem de perfil

De vítor dias a 24.08.2010 às 22:32

Naturalmente que lamento a confusão de nomes, peço desculpa ao seu irmão e bem me parecia estranho e anómalo que ele chamasse «serviçal» a Francisco Lopes.
Imagem de perfil

De Miguel Marujo a 25.08.2010 às 01:38

Agora tenta virar o bico ao prego, ao tentar colar ao meu irmão um pensamento que lhe desconhece. Mais anoto: não comentou uma única observação pertinente neste post e nestes comentários. Registo o tom. E não me pede desculpas. Estamos conversados sobre serviçais.

Comentar post





Seguir

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D


Links

KO! [EM DESTAQUE]

  •  
  • OS QUE LINKAM A...

  •  
  • MUITO CÁ DE TODOS OS DIAS

  •  
  • CÁ DA CASA TUDO PARADO

  •  
  • MUITO CÁ DO PRÉDIO

  •  
  • MUITO CÁ DO BAIRRO

  •  
  • ESPECIALISTAS [CINEMÚSICA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [COMUNICAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [ESCRITA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HISTÓRIA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [FOTOGRAFIA+ILUSTRAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [IGREJA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HUMOR]

  •  
  • ESPECIALISTAS [SABERES]

  •  
  • PARA DESCOBRIR

  •  
  • FORA DOS BLOGUES