Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Maio 24, 2010

Épocas

Miguel Marujo

O Estado simplex ainda vive atado a coisas que não lembram a ninguém a não ser a burocratas sentados na secretária. Vejo agora na SIC-N que morreram cinco pessoas nas praias portuguesas só este fim-de-semana. Não vale a pena lembrar a irresponsabilidade em como muitos entram na água, mas também se deve apontar o dedo a um Estado que continua a falar de época balnear de 1 de Junho a 30 de Setembro, quando o que fazia sentido era accionar os mecanismos de socorro no tempo quente, seja Abril, Maio, Outubro ou Novembro. A não ser que no Instituto de Socorros a Náufragos sejam todos como João Miranda e achem que as alterações climáticas são um embuste de Al Gore.

1 comentário

Comentar post