Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Maio 05, 2010

Enxovalhos

Miguel Marujo

Rui Rio ganhava uns trocos no Metro do Porto. Não podia, disse o Tribunal de Contas. Demitiu-se de birra porque não queria ser enxovalhado. A direita aplaudiu o rigor merceeiro do autarca. Inês de Medeiros foi eleita por Lisboa vivendo em Paris, como outros são eleitos pela Madeira ou Aveiro vivendo em Lisboa. Aguardou que os serviços da Assembleia decidissem se lhe pagavam a viagem ou não. Decidiram pelo sim, mas o enxovalho continuou, vindo de um partido que tem um líder que é eleito por Aveiro e é da Assembleia Municipal de Arouca (receberá ajudas de custo, o senhor?) mas vive em Lisboa. Agora, Inês veio dizer que está farta de ser insultada e abdica das viagens pagas. Continua a ser enxovalhada pela direita que aplaude Rio, presa por ter cão e presa por não ter. Os enxovalhos de facto são selectivos - e de género. A política é macha.