Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Fevereiro 25, 2010

O mundo nunca foi a preto e branco

Miguel Marujo

«[...] Se eu achar (e acho) que o Mário Crespo fez uma tristíssima figura na comissão de Ética, que o desonra a ele e ao jornalismo (eu estava lá e às tantas tive tanta vergonha que tive de sair), então sou pró-Sócrates; se eu achar (e acho, há muito tempo) que a Manuela Moura Guedes nunca fez jornalismo na vida, só política (e publicidade, uma vez), então ainda mais pró-Sócrates sou.

Mas se acrescentar que a ideia que tenho do Crespo e da MMG não legitimam nada dos que lhes aconteceu no JN ou no Jornal de Sexta, que é muitíssimo perigoso um primeiro-ministro que diz a um responsável de uma estação (Nuno Santos, da SIC) que um determinado jornalista (Crespo) e um comentador (Medina Carreira) são um "problema" que tem de ser "solucionado" - então aí já sou colocado no lado "justo" da guerra, dos que zelam 24 horas por dia pela liberdade de expressão. [...]»

 

João Pedro Henriques (no novíssimo e cheio de gajos bons e porreiros "A minha vida não é isto"), que podia servir para explicar as coisas a alguns comentadores desta casa.

2 comentários

Comentar post