Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Agosto 25, 2009

Somos todos migrantes

Miguel Marujo

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Miguel Marujo

    25.08.09

    Alfredo, está muito enganado. Ouvi e aplaudi o bispo que esteve em Fátima (e Fátima não faz o meu tipo em muita coisa, faz noutras, que a si talvez o exasperem, como o palco ecuménico e de universalidade que é ou pode ser, quando tem budistas a rezar ali com o Dalai Lama). Mas lá está, não era português. E conheço muita coisa feita neste campo pela Igreja (aliás, no post que elogio, elogio também a atitude da Igreja nesta matéria, também a portuguesa, como o bispo Januário Torgal Ferreira, por sinal muito atacado por muitos). Não vejo é quase nenhum bispo a atacar o CDS, sim o CDS, que tem o discurso mais anticristão que há sobre a imigração, da mesma maneira que atacam o PS/Governo em matérias de moral sexual e familiar. É a diferença do tom, e isso numa sociedade mediática como a nossa faz toda a diferença.
  • Sem imagem de perfil

    Alfredo

    27.08.09

    Caro António:

    Tive pena que fizesse um julgamento sumário e em bloco ao escrver "por cá, os nossos bispos andam preocupados a aplaudir vetos". Achei injusto, como frequentemente acontece com esse tipo de julgamentos. Fiquei contente por no comentário ao meu comentário ter implicitamente reconhecido que as coisas não são assim, nomeadamente dando o exemplo de D. Januário. A propósito, sobre a questão da imigração, uma referência concordante do PCP em relação a uma declaração de D. Januário na qualidade de secretário da CEP , no tempo do governo PS:

    http:/ www.pcp.pt /avante/1265/6503h2.html

    Estas declarações do bispo de Angra em 2004 (governo PSD-CDS ) são assaz críticas em relação à legislação da altura:

    http:/ www.acidi.gov.pt /modules.php?name=News&file=article&sid=471

    Já estas declarações do bispo de Beja em 2007 elogiam o governo PS (como vê, não são críticas):

    http://jn.sapo.pt/paginainicial/interior.aspx?content_id=70693

    Quanto às relações entre os bispos e o CDS, também aqui há nuances: um dos casos verbalmente mais violentos entre um bispo e um político nos últimos anos em Portugal ocorreu entre D. Manuel Martins e Paulo Portas, a propósito do oportunismo deste em relação à morte da irmã Lúcia. Paulo Portas acusou o toque e reagiu com extrema má educação, referindo-se ao Bispo Emérito de Setúbal como "ex-Bispo".
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.