Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Outubro 19, 2007

Os clones cheios de bílis

Miguel Marujo

Espanto-me com os cuidados que ateus, agnósticos ou fundamentalistas idiotas (e descubro que os há aos clones, em versão feminina e masculina, para o zé e para a maria, a zazie e um dragoscópio fascizóide e débil), têm com a minha fé, com o viver da minha fé católica apostólica romana. Repito-me: a minha igreja não quer converter ninguém, mas dispenso tiradas de intenções anonimamente zazianas vertidas em dragonices. Vomito dragões ao pequeno-almoço e peixeiras medievais ao lanche. Vade retro satanás.

1 comentário

Comentar post