Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Uniões de facto não são casamentos

por Miguel Marujo, em 06.03.09

La Palisse não escreveria melhor título, passe a presunção. Note-se: sou a favor do casamento gay. Mas por isso mesmo não entendo que se dêem os mesmos direitos (apenas estes, nunca os deveres) às uniões de facto como se estas fossem casamentos. Quer dizer: volta e meia tenho amigos que dizem que não estão para se casarem, que ninguém tem nada a ver com isso. Mas depois trepam às paredes quando lhes dizem que, se assim é, não podem ter os mesmos direitos. Querem direitos? Casem-se* porra!

 

* heteros, homos, como quiserem, mas casem-se.

Autoria e outros dados (tags, etc)


46 comentários

Sem imagem de perfil

De brk a 23.10.2009 às 14:43

er.. que haja!?.. tem é de ser justa! ou então não há pa ng.. que me interessa o que se fez no passado as razões por que se fez.. eu nem estava cá. Se foi exigido é pq na altura era preciso.. nem percebi bem onde querias chegar man Se está mal agora muda-se.

Agora, POR FAVOR, corrige lá o post da exigência ignóbil do "casem-se porra!* que hj em dia não fica nada bem dizer aos outros como viver a vida deles. Isso de impor comportamentos (e deveres) aos outros era antigamente, pa. Deixa lá os outros serem diferentes sem serem prejudicados e perderem direitos por isso. Deixa lá os outros escolher em liberdade, sem condicionamentos. E já que nesta sociedade democrática e tolerante uns têm de pedir coisas aos outros, olha, não sejas meu paizinho.
Imagem de perfil

De Miguel Marujo a 23.10.2009 às 14:52

lamento, não tenho de corrigir nada, nem é ignóbil!... acho graça: a Saramago tudo se permite, em nome da liberdade da expressão e de opinião, a mim já não! Eu não estou a impor nada - o que digo e defendo é: se querem direitos iguais, assumam esse estatuto.
Sem imagem de perfil

De brk a 23.10.2009 às 15:20

opah, eu n queria oprimir! peço desculpa! eu estava era convencido que já tinha conseguido expor a patetice do post, fui ingénuo!! mas sim, claro, se ainda (sigh..) defende isso, que o diga! é como diz o voltaire, n concordo com nada do que dizes, mas defenderei até à morte o teu direito a dize-las! :)

E para terminar...
"Eu não estou a impor nada" > Claro que estás. Estás a mandar os outros casarem-se! vê em cima, está no post!! E até diz "porra!" Estás a impor uma condição, um comportamento a quem apenas deseja ser igual. Que grandes palermas, estes gajos que querem ser iguais, já viste?

Mas sim, olha, eu tb n quero q apagues nada. Eu quero mostrar este blog a mais gente. Por momentos, cheguei a acreditar que era mesmo isso que ias fazer por já teres percebido o ridículo do post. Ingenuidade minha, claro está. Tal como voltaire, "n concordo com nada do que dizes, mas defenderei até à morte a liberdade de o dizeres".

Já agora, que estatuto que se tem de assumir é esse onde os direitos são iguais? Ainda é a coisa do sangue azul?
Imagem de perfil

De Miguel Marujo a 23.10.2009 às 15:23

eh pá, posso dizer que a tua é que é patetice! lê português, caraças! não se inventa uma coisa nova quando já existe. ponto final. o teu argumentário é de quem quer tudo, sem deveres - lê o post e lê bem. ponto
Sem imagem de perfil

De brk a 23.10.2009 às 15:42

"não se inventa uma coisa nova quando já existe."
=> tu próprio admites acima que são coisas diferentes.

"teu argumentário é de quem quer tudo, sem deveres"
=> Primeiro, eu n disse isto por isso nada de por palavras na minha boca.
Segundo, por favor, elucida-me que deveres que tu tens é que achas que eu tb devia ter para estar ao teu nível de cidadania (direitos). Enquanto pensas nisso, permite-me caracterizar-te no que diz respeito às liberdades civis. Tu és o justiceiro, O juiz, O castigador da sociedade. Tu és aquela pessoa que se sente incomodada pelo facto de os outros terem os mesmos direitos que tu fazendo escolhas diferentes. Ainda bem que tu existes, que é para por essa gente no lugar! Ai não casam? PUMBA, CASTIGO! menos um direito. Ai queres direitos? então faz como eu, O "Homem do Filtro", rei da moral e dos comportamentos. A por as pessoas no devido lugar. Jovem, se não fores tu a proteger a sociedade destes libertários que gostam de usufruir dos mesmos direitos que nós, um dia corremos o risco de sermos todos tolerantes e justos. Amén para ti, Ó Justiceiro.

(ora deixa ca ver os outros comentários...)
Imagem de perfil

De Miguel Marujo a 23.10.2009 às 15:44

Ámen (acentue-se no "a"), para ti também. Eu não sou nada disso. Tu sim, mas gostas de atirar aos outros isso. Eu por mim, assino com nome. É a diferença sobre justicialismos.
Sem imagem de perfil

De brk a 23.10.2009 às 15:49

E EIS que o tema perde o foco!!!! sintomático :D

Por acaso és, és isso tudo que eu disse e é por demais óbvio que a metáfora te assenta como uma luva no que tu defendes. Deixa lá. Melhores dias virão.
Imagem de perfil

De Miguel Marujo a 23.10.2009 às 15:59

isso tudo pá, tu conheces-me como caraças, pá! leva lá a bola de Berlim! perde o foco? sim: quando começas a adjectivar só por adjectivar sem me conheceres de lado algum e sem saber ler o que está escrito de base. deixa lá: é normal acusar os outros assim. eu por mim trabalho, não tenho tempo para explicar mais.
Sem imagem de perfil

De brk a 23.10.2009 às 18:19

peço desculpa, mas não foi intenção adjectivar a pessoa nem a personalidade, mas sim a atitude e o pensamento. Eu aprecio-te como pessoa e jornalista, mas a atitude por detrás desta teimosa defesa de ideias conservadores e opressores é que me fez caracterizar-te no que diz respeito às liberdades civis. Apenas isso. Retiro a afirmação do "és" e reitero a caracterização que fiz da tua forma de ver e analisar as coisas. Tá bem? Amigos? :)
Imagem de perfil

De Miguel Marujo a 23.10.2009 às 18:21

conservador é coisa que não sou, mesmo. muito menos opressor. eu, como pessoa-personalidade, ou a minha atitude e pensamento. basta ler os posts deste blog para o perceberes.
Imagem de perfil

De Miguel Marujo a 23.10.2009 às 15:28

a patetice do teu argumentário também é linda, nunca apagaria: mostra como nem toda a gente consegue ler. reproduzo o post: "Note-se: sou a favor do casamento gay. Mas por isso mesmo não entendo que se dêem os mesmos direitos (apenas estes, nunca os deveres) às uniões de facto como se estas fossem casamentos." e dizias tu que não queres o Estado a legislar: pede ao Estado - não se meta na minha vida, não me dê deveres, nem direitos!
Sem imagem de perfil

De brk a 23.10.2009 às 15:57

whaa?

man, das duas uma... ou o estado legisla (n concordo) e tem de haver igualdade para todos, chamamdo-lhe casamento, uniao de facto, vrrnheck ou outra coisa qualquer, ou então n legisla nada e é tudo igual para todos na mesma. Kerem finanças comuns? façam contratos no notário. Kerem partilhar a herança? Façam o mesmo. Qual é a dificuldade? Agora andar a categorizar as relações que as pessoas mantêm umas com as outras é que é difícil... difícil, não, tem é de haver etiquetas e juizes. Como tu gostas de fazer.

Mas eu bem digo, tu lá por seres casado julgas-te num pedestal perante os outros, é algo superior, algo que não é nem pode ser comparável a uma simples união de facto.. afinal de contas, TU ASSINASTE UM PAPEL!! (sim, pq apesar de tudo, aqueles chatos das uniões de facto tb podem assumir deveres uns com os outros sem papel, uma chatice!)

Porra que isto das sociedades tolerantes e justas dá trabalho!

Comentar post





Seguir

foto do autor


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2005
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2004
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2003
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D


Links

KO! [EM DESTAQUE]

  •  
  • OS QUE LINKAM A...

  •  
  • MUITO CÁ DE TODOS OS DIAS

  •  
  • CÁ DA CASA TUDO PARADO

  •  
  • MUITO CÁ DO PRÉDIO

  •  
  • MUITO CÁ DO BAIRRO

  •  
  • ESPECIALISTAS [CINEMÚSICA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [COMUNICAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [ESCRITA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HISTÓRIA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [FOTOGRAFIA+ILUSTRAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [IGREJA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HUMOR]

  •  
  • ESPECIALISTAS [SABERES]

  •  
  • PARA DESCOBRIR

  •  
  • FORA DOS BLOGUES