Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Outubro 26, 2008

Arrematado

Miguel Marujo

O Estado não exerceu direito de compra em leilão de umas cartas que um azedo Marcello Caetano escreveu no exílio. Notou-se na forma como algumas notícias foram dadas que houve alguns reparos, como que parecendo crime de lesa-história a sua não-compra, quando historiadores desvalorizaram a própria importância dos escritos. Haveria o mesmo sobressalto se escritos inéditos de um Álvaro Cunhal fossem a leilão e o Estado não os comprasse? Duvido. O politicamente correcto esconde-se bem mais à direita do que julgamos - e do que os próprios admitem.