Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cibertúlia

Dúvidas, inquietações, provocações, amores, afectos e risos.

Dezembro 20, 2005

No país de Cavaco[ou nós temos memória]

Miguel Marujo

Os agentes da PSP ouvidos hoje no julgamento do caso do jovem baleado durante os protestos na Ponte 25 de Abril, em 1994, recusaram que tivessem sido efectuados disparos por parte dos manifestantes, como foi anteriormente afirmado. O julgamento cível decorre no Tribunal Administrativo e Fiscal de Lisboa, depois de no processo-crime não ter sido provado que foi um polícia quem alvejou a tiro Luís Miguel Figueiredo - que ficou paraplégico - embora fosse provado que houve disparos de balas reais. A defesa do jovem, que tinha 18 anos na altura dos acontecimentos, reclama uma indemnização de 225 mil euros ao Estado. [in Lusa]

9 comentários

Comentar post