Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Franquelim. Não é criminoso que se diz

por Miguel Marujo, em 19.02.13

Volto a Franquelim Alves, assentada a poeira, para responder aos que acham que aquilo foi uma cabala política, cavalgada naqueles dias. Muitos correram a desvalorizar os "pormenores" estranhos do seu currículo: a omissão da passagem pelo BPN e ter começado como "auditor" aos 16 anos. E o próprio secretário de Estado resolveu atirar-se aos críticos com duas ideias: 1) parece que é criminoso começar a trabalhar cedo; 2) ele assinalou a sua passagem pela SLN, alguém no Governo terá omitido. São duas ideias desmentidas pelos currículos do próprio. Vejamos.

 

1) não é crime nenhum começar a trabalhar-se cedo; só não é verdade que tenha começado a trabalhar aos "16 anos", como "auditor", menos ainda na empresa que diz ter sido.

 

O seu CV publicado no site da Universidade Católica, onde foi professor, diz que em «1971 iniciou a sua carreira na Ernst & Young Portugal». Mais, em «1970» teve o «primeiro emprego nas Fábricas Mendes Godinho (Tomar) que terminou ao deslocar-se para Lisboa para desenvolver os estudos académicos». No portal do Governo já conta outra história. Diz que «iniciou a sua carreira, em 1970, como auditor e consultor da empresa internacional Ernst & Young». Quem errou no ano? Não foram os jornalistas, foi Franquelim Alves que escreveu coisas diferentes.

 

Nas suas explicações ao DN e depois à RTP, onde abordou explicitamente o tema da idade, referiu-se ao facto de ter começado a trabalhar aos «16 anos», sem falar do ano. Ora: Franquelim Alves «nasceu em 16 de novembro de 1954». Fez 16 anos no final de 1970, pelo que é credível que tenha começado a trabalhar na empresa "Ernst & Young" aos 16 anos... mas em 1971, sim, como escreveu no seu primeiro perfil público.

 

Mais: a empresa não se chamava de facto Ernst & Young, porque esta só veio a existir muitos anos depois em Portugal, apesar da atual E&Y ter confirmado que sim Franquelim Alves trabalhou lá. Começou em 1970 ou 1971, aos 16 anos, a trabalhar na Barney Mayhew, que mais tarde seria comprada por outras empresas até chegar à atual Ernst & Young. Pormenores. (Eu comecei a trabalhar no Portugal Diário, jornal online do IOL, que hoje em dia é a TVI24.pt - e não mudei o meu CV por isso.)

 

E mais importante ainda: Franquelim Alves não começou em tão proveta idade como «auditor e consultor», como o apresenta erradamente o site do Governo. Terá sido «auditor júnior», esclareceu a Ernst & Young, sem explicar o que isso era, que descrição de funções tinha. Explicou o DN/Dinheiro Vivo: foi paquete, moço de recados.

 

Não é crime começar-se a trabalhar cedo, só não é bonito contar meias verdades ou omitir coisas.

 

2) Perante as primeiras notícias da omissão da passagem de Franquelim Alves pelo BPN (o gabinete do primeiro-ministro omitiu esta informação nas notas biográficas no dia em que anunciou os secretários de Estado), o governante afirmou no dia da tomada de posse que seria o próprio a escrever o CV. Mas se no perfil disponibilizado pelo Governo está lá que «entre janeiro e outubro de 2008, foi, a convite dos seus acionistas, administrador para a área não financeira da SLN com o objetivo de efetuar a reestruturação dos negócios não financeiros, nomeadamente saúde, hotelaria e retalho automóvel», também é verdade que no CV anterior da Católica, escrito por Franquelim como atesta o seu papel timbrado, esteve de «dezembro 2007 – outubro 2008» [e registe-se nova diferença de datas] como «CEO de um Grupo de participações sociais envolvendo as áreas da saúde, hotelaria, retalho automóvel e sistemas de informação».

Franquelim Alves não teve uma passagem criminosa pela SLN/BPN, mas omitiu deliberadamente esse facto num CV público. O problema não é a mania da perseguição de jornalistas, é apenas um problema com a verdade dos factos.

Autoria e outros dados (tags, etc)





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2004
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2003
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D


Links

KO! [EM DESTAQUE]

  •  
  • OS QUE LINKAM A...

  •  
  • MUITO CÁ DE TODOS OS DIAS

  •  
  • CÁ DA CASA TUDO PARADO

  •  
  • MUITO CÁ DO PRÉDIO

  •  
  • MUITO CÁ DO BAIRRO

  •  
  • ESPECIALISTAS [CINEMÚSICA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [COMUNICAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [ESCRITA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HISTÓRIA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [FOTOGRAFIA+ILUSTRAÇÃO]

  •  
  • ESPECIALISTAS [IGREJA]

  •  
  • ESPECIALISTAS [HUMOR]

  •  
  • ESPECIALISTAS [SABERES]

  •  
  • PARA DESCOBRIR

  •  
  • FORA DOS BLOGUES





    Sitemeter